Olhar Direto

Notícias / Cidades

Após perder a irmã por suicídio, empresário fala sobre “dar amor” e ouvir quem pede socorro

Da Redação - Fabiana Mendes

04 Set 2019 - 15:07

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Após perder a irmã por suicídio, empresário fala sobre “dar amor” e ouvir quem pede socorro
No mês de prevenção ao suicídio, o empresário Hiram Vinícius de Moraes Melo decidiu fazer um vídeo no seu Facebook recomendado ajudar e “dar amor” a quem pede socorro. Ele perdeu a irmã, Flávia Melo, de 42 anos, no dia 27 de janeiro de 2018, depois que ela pulou do 10º andar de um prédio em Cuiabá.

Leia mais:
Cuiabana supera depressão e cicatrizes de automutilação e se torna Miss Teen

“Eu faço essa live porque nós entramos no mês de setembro. Quem me conhece sabe que é um tema que eu posso falar. Setembro Amarelo é o mês de combate ao suicídio. Há pouco mais de um ano perdi minha irmã que eu amava tanto, irmã mais velha, Flávia, por suicídio. Ela desistiu de viver, pulou do 10º andar, deixou três filhos, dois irmãos, uma irmã adotiva, que mora em São Paulo, outra irmã por parte de pai, uma mãe que sofre a saudades desta filha, uma avó que era louca por ela”, disse.

Pensando em ajudar alguém que pensa em tirar a própria vida, ele compartilha uma série de lições. A primeira delas é aprender a ouvir. “É o melhor que você pode fazer por uma pessoa que está pensando em suicídio. Não adianta dar uma lição de moral, querer dar um chacoalhão, não adiantar a gente querer exortar. O que temos que fazer é amar essas pessoas”.

Lançado no dia 1º de setembro pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), o contato de prevenção ao suicídio pode ser feito através do número 188. Curioso para saber como o atendimento funcionava, ele decidiu ligar e descobriu que tinham 57 pessoas na fila de ligações. Foram 22 minutos até que um voluntário de São Paulo atendeu a ligação.

“Eu expliquei pra ele [voluntário] que eu era alguém que tinha perdido minha irmã por suicídio e que eu queria saber se realmente existia um telefone que pudesse ajudar, e se ele seria capaz de ajudar. Antes disso, ele disse que estava ali para me ouvir. Falei o motivo da minha ligação e mesmo assim, com muita tolerância, ele me compartilhou algumas coisas”, relatou.

Na ligação, Hiran descobriu que o voluntário teria tentado tirar a própria vida, inclusive não ia em velório porque sentia inveja do morto. “Ele descobriu que ajudando as pessoas, era um jeito de se ajudar. Há sete anos ele faz isso. Ele disse que para poder participar do CVV ele fez um curso, de dois em dois anos ele faz uma reciclagem. É muito séria a instituição porque eles preparam realmente as pessoas, para que elas estejam prontas para ajudar quem precisa”, conta.
 
“Se você estiver passando por algum problema, se você conhece alguém que passa por esse problema, ligue no 188. Certamente estará lá uma pessoa pronta para te ouvir. A segunda coisa, não banalize a dor alheia. As pessoas têm sofrido e às vezes a gente acha que está ligado as questões financeiras, realizações profissionais, e o fato é que a depressão é uma doença na alma. E se a pessoa está doente, existe um remédio, esse remédio se chama amor. Eu desafio você a amar aquele que precisa, aquele que está doente, desafio você a ouvir aquele que precisa falar”.

Assista o vídeo completo: 



Sobre o CVV
 
O CVV presta serviço voluntário e gratuito de prevenção do suicídio e apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. Os cerca de 3 milhões de atendimentos anuais são realizados por 3.000 voluntários em 104 postos de atendimento pelo telefone 188 (sem custo de ligação),  ou pelo www.cvv.org.br via chat ou e-mail. A entidade realiza também ações presenciais, como palestras, cursos e grupos de apoio a sobreviventes do suicídio – GASS (https://www.cvv.org.br/cvv-comunidade/).
 
Sobre o suicídio

 
O suicídio é um problema de saúde pública que mata pelo menos um brasileiro a cada 45 minutos, mais do que a Aids e muitos tipos de câncer, porém pode ser prevenido em 9 de cada 10 casos. O movimento Setembro Amarelo, mês mundial de prevenção do suicídio, iniciado em 2015, visa sensibilizar e conscientizar a população sobre a questão – www.setembroamarelo.org.br

*Dados do Ministério da Saúde

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • TATI
    06 Set 2019 às 08:08

    12 ANOS OUVINDO, CONVERSANDO, NAO CONSEGUI IMPEDIR QUE MEU AMIGO ME DEIXASSE. :(

  • vladimir palma
    05 Set 2019 às 10:23

    parabens pelo ato, que deus sempre te guie e ilumine esse coração de ouro.

  • ENAZIA PATRICIA DA CRUZ LIMA
    04 Set 2019 às 23:05

    Parabéns ao empresário pela iniciativa.... mais isso é pouco precisamos falar da raiz da felicidade, da seiva que sustenta as vidas que é Jesus Cristo o Salvador. CVV pode contribuir mais acredito que a palavra de DEUS é mais eficaz... . Acho que muitos pessoas creem na bíblia então vamos usar la...essa palavra tem poder em nome de jesus...só ela pode mudar a vida de muitos...então falando da palavra de DEUS vamos divulgar aos 4 ventos quem se mata não tem salvação apos a morte .....JUDAS e o rei SAUL são bons exemplos de suicídio e destino pós morte. Acabo de vir de um velório também neste mesmo contexto, porem eu não a conhecia a pessoa, ... MAIS Vim meditando no que fazer para evitar esta situação... A CONCLUSÃO FOI QUE jesus é o caminho a verdade e a vida!!! DEVEMOS pregar a vida de jesus não placa de igreja , mais o amor que so ele pode dar aos corações aflitos e desesperados. ELE É O pão da vida que falta nos corações de muitos....

  • Alessandra Pires
    04 Set 2019 às 22:37

    Parabéns Hiran, me emcocionei com seu vídeo.Hoje vivemos em um momento onde muitas pessoas estão doentes e não procuram ajuda pois são discriminados, pois ainda existem pessoas leigas e ignorantes que não conhecem essa doença devastadora que é a doença do século! Estamos aqui para ajudar ao proximo! E na maioria somos Pais ou ainda seremos então não julguemos....Sinta-se abraçado!Que Deus o abençoe com muita Paz e Serenidade!

  • MONICA
    04 Set 2019 às 17:07

    Hiran, Vc é um menino diferenciado...Parabéns pela linda atitude...Deus abençoe e conforte seu coração e se sua família.

  • Elena
    04 Set 2019 às 17:05

    Excelente reportagem, meus parabéns!!! Um grande abraço ao pessoal do CVV, vocês são demais!!!

  • dudu
    04 Set 2019 às 15:34

    Parabens pela defesa dessa causa , e a todos que se doam para ajudar o proximo. só Deus para pagar pelo pelo trabalho CVV .

Sitevip Internet