Olhar Direto

Segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Notícias / Educação

Com risco de caixa d’água cair sobre sala de aula, diretora cobra reforma emergencial em escola estadual

Da Redação - Thaís Fávaro

15 Set 2019 - 14:19

Foto: Divulgação

Com risco de caixa d’água cair sobre sala de aula, diretora cobra reforma emergencial em escola estadual
A Escola Estadual José Mendes Martins, no Bairro Maringa II, em Várzea Grande, tem apresentados diversos problemas estruturais na fiação elétrica, esgoto, climatização das salas de aula e na segurança do local. Cerca de 800 alunos estudam atualmente na unidade e um dos problemas mais graves é com relação à caixa d’água, que corre risco de cair sobre as salas de aula. “A caixa d’água já foi condenada pelo Conselho de Educação e Vigilância. Se cair cairá sobre sala de aula”, afirma a diretora da unidade, Rosaura Zozima.

A Secretaria de Estado e Educação (Seduc), afirma que uma verba emergencial para a unidade já está em fase de aprovação.
 
Leia também
​Reportagem do Fantástico denuncia situação precária em ‘escolas de lata’ em MT 
 
Rosaura disse ao Olhar Direto que a situação é preocupante e que já entrou em contato com a Seduc diversas vezes para tentar solucionar o problema. “Todo o procedimento burocrático que depende da escola já foi feito. Nós já encaminhamos documentações protocoladas na própria Seduc, tanto para a merenda quanto para a cozinha. A questão do telhado, do ar condicionado, porta, tudo. Você vê que o prédio tem mais de 30 anos e nunca passou por uma reforma. Nós estamos a penumbra necessitando de reforma, necessitando de manutenção. A nossa situação é crítica diante dessa escola”, afirma.

Em nota a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc/MT), informou que a escola solicitou uma verba emergencial no valor de R$ 56.521,00 para os reparos emergenciais na caixa d’água e que a solicitação está em fase de aprovação.
Ainda de acordo com a Secretaria, a escola recebeu, este ano, três parcelas do repasse do Projeto Político Pedagógico (PPP), para o custeio de despesas relacionadas à aquisição de materiais de consumo e contratação de serviços como manutenção de hidráulica, elétrica e jardinagem.

Veja a nota na íntegra;

A respeito da Escola Estadual José Mendes Martins, localizada no Jardim Maringá II, em Várzea Grande, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informa que:
 
A escola solicitou verba emergencial no valor R$ 56.521,00 para reparos na caixa d'água e sistema hidráulico. A solicitação está em fase de aprovação.
 
Além dessa verba, a escola recebeu, este ano, três parcelas do repasse do Projeto Político Pedagógico (PPP). O recurso, depositado na conta do Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar (CDCE), é destinado para custeio e capital.
 
O recurso de custeio é destinado para cobrir despesas relacionadas à aquisição de materiais de consumo, como de expediente, de limpeza e de construção, e contratação de serviços, como manutenção de hidráulica, elétrica e jardinagem. Já o recurso para capital deve ser empregado na aquisição de materiais permanentes, como eletrodomésticos, computadores, geladeiras e mobiliários.
 
Nesta terceira parcela desse ano também estão inclusos recursos da verba para de internet e manutenção de infraestrutura física, com isso, as unidades escolares podem fazer pequenos reparos de imediato.
 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • PEPEU
    15 Set 2019 às 22:32

    Nossas escolas são vergonhosas. E com este calor então. Mas, se fala que não tem dinheiro no estado e tudo fica como está. Pronto

  • Mulher ma
    15 Set 2019 às 19:15

    Mimimi Nada. E porque vc nao tem filho estudando la. Esta diretora esta certa em cobrar afinal se acontecer algo vai cair sobre as costas dela . Entao ela tem toda razao em estar preocupada com a seguranca desses alunos. Coisa que vc nao se importar.

  • Gabriela Duarte
    15 Set 2019 às 14:51

    Mi-mi-mi dessa diretora.