Olhar Direto

Quarta-feira, 14 de abril de 2021

Notícias / Política MT

Bateu o martelo

Senadora Selma Arruda confirma saída do PSL e define novo partido

Da Redação - Wesley Santiago

14 Set 2019 - 19:15

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Senadora Selma Arruda confirma saída do PSL e define novo partido
A senadora Selma Arruda bateu o materlo e definiu sua saída do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro. A informação foi confirmado em entrevista ao O Antagonista. A juíza aposentada explicou que as pressões enfrentadas para retirar sua assinatura da CPI da Lava Toga foi um dos fatores para concretizar o seu desfiliamento. 

Confira a matéria completa abaixo:

A senadora Selma Arruda, que está de saída do PSL, disse ao Estadão que na próxima quarta-feira vai se filiar ao Podemos.

“O PSL é um partido que me incomoda, não apenas pela falta de solidariedade em relação a todo esse processo que eu estou enfrentando [de cassação do mandato], mas também em relação a essas pressões de membros do partido para tirar a assinatura do pedido de CPI da Lava Toga. Não tenho mais jeito de permanecer nesse ambiente.”

Nesta semana, a senadora disse a O Antagonista que recebeu uma ligação de Flávio Bolsonaro em que o filho do presidente gritou com ela, reclamando do apoio à CPI da Lava Toga. Segundo Selma, o telefonema a fez decidir sair do partido.

“O partido não tem uma consistência ideológica própria. Não tem um formato de partido. Não é um lugar que tu encontres uma ideologia que não seja mero repeteco de algumas frases prontas. Tudo é culpa da esquerda. Todo mundo é comunista. Eu não dou conta disso. Não tem uma liderança. Não tem envolvimento nem sequer do próprio presidente da República. Ele não consegue se envolver com a gente.”

Comentários no Facebook

Sitevip Internet