Olhar Direto

Terça-feira, 19 de novembro de 2019

Notícias / Cidades

Incêndio destrói barracos, mata animais e famílias perdem tudo; Defesa Civil pede doações

Da Redação - Fabiana Mendes

18 Set 2019 - 14:37

Foto: Reprodução

Incêndio destrói barracos, mata animais e famílias perdem tudo; Defesa Civil pede doações
Moradores do assentamento Apronorte, localizado no distrito de Santiago do Norte, em Paranatinga (496 km de Cuiabá), perderam tudo por conta dos incêndios florestais que ocorreram nos últimos dias. A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil juntamente com a Defesa Civil Estadual arrecadam doações de roupas, alimentos e água para ajudar os cerca de quatro mil habitantes.

Leia mais:
Com situação de emergência decretada e umidade do ar em 15%, Mato Grosso entra em alerta
 
Segundo moradores da região, o fogo começou em 1º de setembro e só foi controlado há poucos dias. No caminho, destruiu barracos, plantações e até matou animais de criação e estimação. Sem ter as mínimas condições de sobreviver no local, foi solicitada a ajuda da Defesa Civil.
 
"A cidade toda está rodeada por incêndios e algumas pessoas perderam residências e mantimentos. Os maiores prejudicados foram no assentamento perto de Santiago do Norte, que precisam de roupas, comida, itens de higiene e até água mineral", explica o superintendente tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Marcelo Augusto Reveles Carvalho.
 
Distante da zona urbana de Paranatinga, Santiago do Norte está localizada a 160 km. Apesar de estar às margens da BR-242, a distância da cidade dificulta o acesso a serviços básicos, como saúde e infraestrutura.
 
Os materiais devem ser entregues até sexta-feira (20), na sede da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Civil Municipal (ao lado do Procon) ou na Prefeitura Municipal de Paranatinga. As doações em grandes quantidades podem ser buscadas pela Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Civil, desde que seja feito o pedido pelo telefone (66) 3573-2800.
 
Situação de emergência
 
Informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que Paranatinga lidera os focos de calor em Mato Grosso nos primeiros 15 dias de setembro. Nesse período foram 420 focos.  O prefeito Josimar Marques Barbosa decretou situação de emergência para conseguir recursos emergenciais do Estado e da União. A publicação consta no Diário Oficial dos Municípios que circula nesta quarta-feira (18).

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • totó
    19 Set 2019 às 07:47

    O morador do barraco , deveria ser o Bolsonaro,pra aprender definir fake de realidade .

  • Gabriela Duarte
    18 Set 2019 às 15:46

    Como Bolsonaro disse que queimadas são fake, que peçam para ele.

Sitevip Internet