Olhar Direto

Segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

Após visita a MS, Wilson volta a criticar Sema e diz que irá apresentar substitutivo para Cota Zero

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

18 Set 2019 - 18:04

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Após visita a MS, Wilson volta a criticar Sema e diz que irá apresentar substitutivo para Cota Zero
O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) declarou que o governador Mauro Mendes (DEM) está sendo mal assessorado em relação ao projeto de lei que trata sobre a regulamentação da pesca nos rios mato-grossenses e voltou a criticar a Secretaria de Meio Ambiente. Wilson viajou ao Mato Grosso do Sul, Estado que implantou, por meio de um decreto, medida semelhante a que pode ser aplicada aqui em Mato Grosso. O tucano explicou que pretende apresentar um substitutivo nos próximos dias.

Leia também
Wilson afirma que esgoto, assoreamento e dragas destroem rios mais que pescas e critica ‘Cota Zero’


De acordo com o parlamentar, o cidadão sul-mato-grossense que vive da pesca, seja de forma direta ou indiretamente, está passando por momentos difíceis no Estado vizinho, após a medida ser aplicada pelo governador Reinaldo Azambuja, que é do mesmo partido de Wilson Santos.

O deputado também afirmou que a Sema, comandada pela secretária Lauren Lazzaretti, não acatou recomendação da Agência Nacional de Águas (ANA) proibindo a criação de novas usinas hidroelétricas no Estado, medida, que segundo Wilson Santos, é a grande ‘vilã’ dos peixes.

“Isso está causando profundos prejuízos aos comerciantes e pescadores profissionais das regiões pesqueiras, como Aquidauana, Anastácio, Miranda, Corumbá e Porto Murtinho. Nós fomos verificar para que não aconteça em MT essa tragédia que está acontecendo em MS”, disse o parlamentar tucano em entrevista coletiva nesta quarta-feira (18).

“Os vilões são o excesso de usinas hidrelétricas. Agora, aqui em MT, a Sema tem seis pedidos para construir seis hidrelétricas entre o Manso e Várzea Grande. É um absurdo. Querem acabar, vai destruir tudo. Eu lamento dizer, mas as minhas primeiras impressões é que o governador não está sendo bem assessorado, não tem as informações corretas e devidas. Por isso, irei apresentar um novo substitutivo, junto com outros colegas deputados, para que nós podemos salvar os rios e os peixes, mas de maneira científica e racional”, afirmou.

O projeto de lei de autoria do Governo do Estado pretende proibir o transporte, armazenamento e comercialização de peixe pescado em rios de Mato Grosso por um prazo de 5 anos.

Chamada de ‘Cota Zero’, a proposta do Executivo trata da Política Estadual de Desenvolvimento Sustentável da Pesca e regulamenta as atividades pesqueiras e está atualmente em tramitação na Assembleia Legislativa.

Wilson Santos, assim como Nininho (PSD), Janaína Riva (MDB), Dr. Eugênio (PSB), Dilmar Dal Bosco (DEM), Elizeu Nascimento (DC) e Paulo Araújo (PP) integram a comissão especial da Assembleia Legislativa de Mato Grosso que discute o projeto de lei.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Rubem Mauro
    20 Set 2019 às 23:15

    Demagogo

  • cillmar
    19 Set 2019 às 09:35

    Deputado ... quero ver você apresentar projetos educacionais e tratamento de residuos( fossa / esgoto )para a população ribeirinha....assim estará nos mostrando uma preocupação com a população e meio ambiente .

  • CAL
    19 Set 2019 às 09:26

    mais uma vez mostra sua face populista. Levou uma equipe em aviao do estado , ao chegar la , uma das pessoas que o acompanhavam(conhecida publicadora de videos contra o Cota Zero) postou um video mostrando o avião e disse ".. estamos aqui contra o Cota Zero.." ai fica a pergunta : o estado esta rasgando dinheiro ? banca a ida dessas pessoas , as quais já tem opinião formada sobre o assunto ? ...

  • Carmen lucia
    18 Set 2019 às 22:35

    Se a cota zero não for aprovada agora,mais tarde não vai precisar,pois vai virar um pantanal morto,os senhores deputados tem a obrigação de proteger nossa fauna e flora,depende de vcs terem responsabilidade e proteger nosso meio ambiente,cota zero já

  • Revoltado
    18 Set 2019 às 22:13

    Lóby de grandes produtores de peixes

  • Pedro luis
    18 Set 2019 às 21:20

    Todo o MT sabe que esse deputado é populista e demagogo. Ele não se preocupa com o estado, está defendendo seus interesses. O projeto é correto e deve ser aprovado, para o bem do MT.

  • Pedro Paulo Assumpção
    18 Set 2019 às 21:14

    E o Rodoanel????

  • Luciana
    18 Set 2019 às 20:46

    Parabéns Deputado,até que enfim deu uma dentro!!Esse Mauro Mendes além de não estar fazendo absolutamente nada ainda quer matar de fome os pescadores e as pessoas que prestam serviços de turismo no Estado!!

  • Marlan
    18 Set 2019 às 20:31

    O QUE PRECISA SER FEITO É TORNAR A PESCA PREDATÓRIA UM CRIME INAFIANÇÁVEL, COM PENA DE PRISÃO,. SOBRETUDO, NO PERIODO DA PIRACEMA. É CONDIÇÃO "SINE QUA NON" DOTAR OS ÓRGÃOS DE FISCALIZAÇÃO DOS RECURSOS ADMINISTRATIVOS, OPERACIONAIS E HUMANOS, PARA QUE EFETIVAMENTE, HAJA FISCALIZAÇÃO. SEM ISSO QUALQUER LEI SERÁ EM VÃO...

  • Adriano
    18 Set 2019 às 19:38

    Continua sendo um Pinóquio, como estão passando dificuldades por lá, se a Cota zero ainda não foi implementado em MS, ela começará a valer a partir de 2020 e apenas para pescadores amadores