Olhar Direto

Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

Blairo relembra histórico de derrotas em Cuiabá: "não vão querer meu apoio"

Da Redação - Érika Oliveira

22 Set 2019 - 07:59

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Blairo relembra histórico de derrotas em Cuiabá:
O ex-governador Blairo Maggi (PP) afirmou que estará apenas como “espectador” nas próximas eleições e brincou com o histórico de governadores “pés-frios” que não conseguiram emplacar seus candidatos ao longo dos últimos pleitos na Capital. Segundo ele, este contexto poderá ajudar ou atrapalhar os planos de Mauro Mendes (DEM), que pretende lançar um nome de seu grupo. Isto porque, dos últimos cinco governadores, apenas Dante de Oliveira ajudou a eleger alguém, e assim como o democrata ele já havia sido prefeito de Cuiabá e tinha base política na cidade.

Leia mais:
Blairo elogia gestão de Emanuel e prevê embate entre emedebista e grupo de Mauro Mendes

“O cara que tiver um pouquinho de noção e olhar um pouquinho a historia não vai querer o meu apoio para Prefeitura, porque eu nunca ganhei nenhuma aqui em Cuiabá. Eu perdi todas que eu entrei aqui, pelo lado ou de cara. O meu apoio aqui não é muito bom, não é muito importante. E todos nós que passamos pelo Governo, eu fui governador, o Jayme, Silval, o Pedro, nenhum de nós fez prefeito aqui. O único que fez prefeito aqui foi Dante e fez porque foi prefeito. Então, essa é a chance de o Mauro fazer um candidato. E eu não diria vitorioso, mas pelo menos muito competitivo”, analisou Blairo.

O ex-governador fala com conhecimento de causa. Nas duas vezes em que foi governador seus candidatos à Prefeitura de Cuiabá perderam as eleições. O primeiro foi Sergio Ricardo, em 2004, o segundo curiosamente foi o atual governador, Mauro Mendes, em 2008.

Depois de Blairo veio Silval Barbosa, que pediu votos para Ludio Cabral e também perdeu. O ultimo governador, Pedro Taques, apoiou Wilson Santos contra Emanuel Pinheiro. A disputa chegou no 2º turno, mas o candidato do Governo foi derrotado mais uma vez.

Emanuel Pinheiro ainda não bateu o martelo sobre sua candidatura. Apesar disso, nos bastidores, se articula de maneira intensa para construir um arco de aliança robusto e garante com frequência que já tem pelo menos 10 partidos que o apoiam.

 O Democratas, segundo Emanuel, é um dos partidos que pretendem compor este grupo. As principais lideranças da sigla, no entanto, já assumiram a intenção de emplacar um candidato de oposição a ele e o desgaste fica cada diz mais evidente por conta da crise entre ele e o governador Mauro Mendes.

Desde o início deste ano, o chefe do Executivo Municipal tem dito que a sua candidatura à reeleição passará pelo crivo de sua esposa, a primeira-dama Márcia Pinheiro, que tem se posicionado contra a permanência de Emanuel na política.

Mauro Mendes, por sua vez, tem tornado cada vez mais explicito seu rompimento com Emanuel e defendido que o DEM tenha candidatura própria. Lideranças do partido falam em até cinco possíveis nomes, entre eles o do secretário de Fazenda do Estado, Rogério Gallo, do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho e do jornalista Roberto França, ex-prefeito de Cuiabá.

“Eu acho que é por aí que vai acontecer o embate: o atual prefeito na reeleição contra um candidato que virá desse grupo que hoje está no poder no Estado. Eu vou ficar de espectador”, disse Blairo, que avaliou, ainda, serem mínimas as chances de reconciliação entre Mauro e Emanuel.

“Eu acho difícil um consenso, ali são dois bicudos, eles já não se acertam há muito tempo politicamente. Então, caminhar para uma candidatura única eu acho que não vai acontecer. Nós vamos ter os debates e é salutar que aconteça. Quanto mais candidatos tiver é melhor para nós eleitores”, pontuou.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Nonato
    23 Set 2019 às 04:37

    Senador ministro motoserra...o sr n serve nem pra presidente de bairro...o sr nada fez pelo mato grosso..fique de fora que o senhir da azar

  • Reginaldo Pompeu Maia
    22 Set 2019 às 18:59

    Tem mais ex-Governadores nessa lista de perdedores: na 1° eleiçao direta para Prefeito da Capital: em 1985 o entao Governador Julio Campos lançou Gabriel Novis Neves e perdeu para Dante de Oliveira, em 1988 o Carlos Bezerra , do MDB apoiou o Coronel Meirelles e perdeu para Frederico Campos, do PFL.

  • Joao Soares
    22 Set 2019 às 12:29

    O candidato do governador Mauro Mente vai perder também kkkkkkkk

  • josé de souza
    22 Set 2019 às 12:02

    QUERO SABER SENADOR, SE EM SAPEZAL-MT, O SENHOR VAI APOIAR DR. WESLEY CIUTINHO DE LARA?

  • josé de souza
    22 Set 2019 às 11:08

    QUERO SABER SENADOR, EM SAPEZAL-MT, O SENHOR VAI APOIAR DR.WEALWY COUTINHO DE LARA PARA PREFEITO?

Sitevip Internet