Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Notícias / Cidades

Semob deve instalar ‘radares de peso’ para flagrar caminhões que trafegam de forma irregular em Cuiabá

Da Redação - Wesley Santiago

28 Set 2019 - 16:51

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) deverá instalar ‘radares de peso’ para flagrar veículos de carga que estejam trafegando de forma irregular pelo Centro de Cuiabá. A ação, segundo o gestor da pasta, Antenor Figueiredo, é essencial para compensar a falta de efetivo de agentes de trânsito que há atualmente.

Leia mais:
Prefeitura instala novos radares nas avenidas da cidade; veja quais
 
“Estaremos trazendo equipamentos de detector de peso. Será um sensor instalado no chão, como é com os radares. Passou a mais que o permitido, será multado. Será justamente para contornar a falta de agentes que temos e fiscalizar”, disse o secretário ao Olhar Direto. Além disto, ele ainda garantiu que a fiscalização batizada de ‘Carga Pesada’ irá continuar.
 
Segundo ele, a fiscalização eletrônica tem ajudado bastante para diminuir os índices de acidentes no trânsito e também a compensar a falta de material humano. “Hoje, posso investir em tecnologia e fiscalização. Isso tem que ser feito para diminuir alguns incidentes de veículos. É humanamente impossível eu ter um agente de trânsito em cada gargalo de Cuiabá. Videomonitoramento está ajudando muito. Nossas câmeras serão interligadas com as do governo. É um projeto que está em andamento”.
 
Antenor também fez questão de destacar os resultados dos radares de velocidade e avanço semafórico. Um dos exemplos utilizados foi o trecho da avenida Miguel Sutil, em frente ao Comper, onde pelo menos três pessoas perderam a vida. Após a instalação dos aparelhos, nenhum acidente grave foi registrado no local.
 
“Os moradores da região nos falam e as estatísticas mostram redução de acidentes. Tivemos dois ou três acidentes com vítima fatal, agora não tem mais nada. Mexemos no bolso do cidadão, infelizmente assim é que as pessoas aprendem. É preciso rigor. Na Miguel Sutil, quase não se vê mais acidente grave. Por isso a fiscalização eletrônica é tão boa”, acrescentou o secretário.
 
Antenor ainda faz questão de, mais uma vez, questionar a pecha de indústria da multa. “Você só se multa se quiser. Não adianta andar a 80 km/h e não quere ser multado no radar. A via é toda sinalizada quanto a velocidade permitida. O número de multas caiu bastante. Estou torcendo para que diminua ainda mais. Antes, o avanço semafórico era o segundo lugar, agora caiu. O problema maior hoje é celular e cinto de segurança”.

Veículos pesados que trafegam sem autorização nas principais vias do centro de Cuiabá estão sujeitos a multa e pontos na carteira.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Luis
    30 Set 2019 às 14:05

    Cuiabá precisa de um plano de mobilidade urbana urgente, chega de ouvir algumas pessoas falando A cidade é antiga o desenvolvimento se olha pra frente e não preso ao passado.

  • Bhyra
    30 Set 2019 às 11:05

    Bom dia, tem caminhões que passam na MT 400 (estrada velha da Guia) com excesso de cargas: areia, brita, cimento, e outros, fora de horário estabelecido, em direção a Avenida Antártica, passando pela Miguel Sutil, e, com velocidades acima das autorizadas. Sem contar com oito passagens de veiculos no canteiro central do bairro Santa Rosa, que no horário de pico, vira uma baderna, com vários acidentes.

  • alexandre
    30 Set 2019 às 08:30

    Arapuca de pegar motoristas e multar...

  • Edmilson
    29 Set 2019 às 18:03

    Falar é fácil .Eu sou motorista de caminhão tanque pago todo ano a autorização para circular na cidade . Antes de multar faça uma análise da situação. O nosso transito é lento porque qdo esses motoristas rodas presa batem aqui na cidade os carros fica muito tempo parado causando um enorme congestionamento. Já que bateu retira os carros da pista liberando o trânsito aguardando um agente de trânsito já que a polícia só aparece qdo há vítimas .isso tem que mudar .

  • Oto
    29 Set 2019 às 07:46

    e custarão 10 milhões de reais e mensalidades de 5 milhões por mês. não seria lógico e barato fiscalizar os veículos com os amarelinhos?

  • Pedro
    29 Set 2019 às 00:23

    Indústria da multa....governantes ignoram o que precisa ser feito e apoiam medidas que vão contra a vontade da população.

  • San
    28 Set 2019 às 20:41

    Tem que colocar esse radares na Av das torres por onde esses caminhões ultra pesados fazem o desvio justamente para não ser flagrados na Av. Fernando Corrêa.... arrebentam com o asfalto e sem falar que vivem quebrando atrapalhando ainda mais o trânsito....principalmente em horário de pico!

  • Jozenil Xavier de Matos Nascimento
    28 Set 2019 às 18:19

    o que falta mais pra semob roubar de nos da qui uns dias vai inventar ir na casa porta por porta ver se o veiculo esta ok se não vai levar Cambada de Ordinário

  • Justiceiro
    28 Set 2019 às 18:01

    Senhores, é interessante, porém, se fiscalizassem coisa que não fazem em relação aos caminhões, veriam que o centro e bairros virou rodovia. Tem caminhões de 9 eixos andando na Av. Das torres, moinho, Fernando Correa e por aí vai. Sem contar os caminhões carregados de areia molhada que vem de Leverger carregados com mais de 50 toneladas acabando com os asfaltos. Façam um blitze na estrada de santo Antônio e verá.

Sitevip Internet