Olhar Direto

Terça-feira, 19 de novembro de 2019

Notícias / Política MT

Presidente da CPI da Energisa, Elizeu confirma Oscar e cita Dilmar, Paulo Araújo e Thiago Silva como membros

Da Redação - Érika Oliveira

16 Out 2019 - 08:04

Foto: Fablicio Rodrigues/ ALMT

Presidente da CPI da Energisa, Elizeu confirma Oscar e cita Dilmar, Paulo Araújo e Thiago Silva como membros
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), cobrou que os líderes dos blocos formalizem suas indicações para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades cometidas pela Energisa S/A. Presidente da Comissão e autor do requerimento, Elizeu Nascimento (DC) disse que Oscar Bezerra (PV) já foi confirmando e os deputados Dilmar Dal’Bosco (DEM), Paulo Araújo (PP) e Thiago Silva (MDB) são os mais cotados para compor a CPI. 

Leia mais: 
Deputados assinam CPI da Energisa e Botelho incentiva população a “derrubar” empresa 

“Recebi o memorando do bloco encabeçado pelo presidente Dr. Eugenio, que indicou o nome do Oscar Bezerra. Esse já de forma oficial, recebi o memorando em meu gabinete me comunicando. Faltam três, que vêm do bloco do Governo. Mas ventilam alguns nomes, como do Dilmar, Paulo Araújo e Thiago Silva. Isso é o que está sendo ventilado de forma verbal, ainda não oficial”, explicou Elizeu. 

A expectativa, segundo o presidente da CPI, é que já nesta quarta-feira (16) as indicações estejam finalizadas para dar início aos trabalhos da Comissão, que apura suposta prática de aumento abusivo nas contas de energia elétrica em todo o Estado e por má prestação de serviços. 

Nesta terça-feira (15), o tema foi debate de uma audiência pública marcada pela animosidade. Na ocasião, Botelho disse que há uma insatisfação generalizada em MT com os serviços prestados pela concessionária. 
  
“Nós estamos aqui começando esse debate, vamos dar oportunidade para eles demonstrarem aqui, de fazerem suas explanações, e levarem as reclamações para eles entenderem que precisam mudar. Eu como presidente não posso propor a CPI, mas nós articulamos com alguns deputados para montar essa CPI para que nós possamos entrar mais fundo na questão das contas, na questão do atendimento, na questão da diminuição da estrutura que a Energisa vem fazendo em Mato Grosso. Enfim, no descaso com o consumidor de um modo geral”, declarou. 
  
O presidente da AL ainda cobrou respeito da empresa com os trabalhos da Casa. De acordo com Botelho, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que regula o setor no país, irá participar da CPI e receberá os relatórios produzidos pelos deputados. “Tem que respeitar o povo de Mato Grosso. Tem sim importância, a CPI vai levar ao conhecimento da Aneel. A Aneel já disse que vai estar aqui junto conosco, então ele já está começando errado ao falar que não tem importância, tem sim senhor, ele tem que respeitar o povo de Mato Grosso primeiramente”, disparou. 
  
Diretor-Presidente da Energisa, Roberto José Barbanera, presente na audiência pública, afirmou que uma CPI desgasta a imagem da empresa, mas afirmou que essa será uma oportunidade de esclarecer informações à sociedade. Para ele, a complexidade do setor elétrico faz com que desinformação se espalhe. 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Justiceiro
    16 Out 2019 às 18:13

    Nunca vi uma CPI resolver alguma coisa. Não será essa a primeira.

  • Peralta
    16 Out 2019 às 12:42

    Esta brincadeira não vai acabar bem. Vai ter choque para acusado e acusador.

  • Chico Bento
    16 Out 2019 às 09:00

    O problema da ENERGISA não é da AL, mas do Ministério Público, que é o órgão fiscalizador do povo!

Sitevip Internet