Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Notícias / Cidades

Secretário afirma que passarela acabará com engarrafamentos na região da rodoviária; intervenções serão feitas

Da Redação - Wesley Santiago

20 Out 2019 - 08:03

Foto: Reprodução

Secretário afirma que passarela acabará com engarrafamentos na região da rodoviária; intervenções serão feitas
O secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo, afirmou – em entrevista ao Olhar Direto – que a construção da passarela para pedestres em frente ao Terminal Rodoviário Cássio Veiga de Sá, na avenida República do Líbano, em Cuiabá, será um marco para o trânsito da região, considerado um dos principais gargalos da capital mato-grossense. O gestor ainda pontuou os entraves enfrentados por conta do que chamou de falta de sensatez dos donos de um posto que fica no local.

Leia mais:
Prefeitura estuda assumir obras para abrir túnel que promete destravar trânsito próximo a avenida do CPA
 
“Ouço falar desta passarela há quase 15 anos. Acho que é outro gargalo que será destravado pela gestão Emanuel Pinheiro. É algo de primeira linha, com elevador. Tivemos vários embates já. O pessoal do posto do lado entrou com mandado de segurança tentando travar a obra. O problema é que não queriam recuar a bomba de combustível um pouco mais para frente. Temos que parar de olhar para o próprio umbigo. Olha o tanto de gente que será beneficiada”, disse o secretário.
 
Segundo Antenor, a população de Cuiabá precisa parar de ter medo do novo. “Sempre quando eu trago alguma coisa para cá, é porque já vi funcionando em outras cidades. É igual o semáforo inteligente. Em novembro, acredito que devemos entregar mais este novo cartão postal da Capital, que é a passarela da rodoviária. Atrasou um pouco por conta das demandas judiciais, mas a obra não parou”.
 
A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) também informa que estão sendo pensadas em intervenções no entorno da região, para destravar o trânsito ainda mais e acabar de vez com um gargalo que há anos atormenta os motoristas que por ali passam em horário de pico. Um estudo foi iniciado para determinar as obras ou alterações necessárias.
 
“O trânsito é igual o corpo humano. Se prende a veia em algum lugar, estoura em outro. Quanto mais longe do perímetro urbano estourar, melhor. O que precisava é peitar e fazer. Saindo o semáforo de frente da rodoviária, será algo muito bom. É mais um gargalo que tiraremos da cidade”, acrescentou o secretário.
 
No ano que vem, a Prefeitura de Cuiabá estuda entregar a passarela do Comper, na avenida Miguel Sutil e também a do Santa Rosa. Os projetos estão em fase de elaboração. Também está sendo pensada uma que ligará o Pedra 90 e o Distrito Industrial. “Ali é uma rodovia federal. Duas nós devemos entregar e possivelmente já deixar a outras para a próxima gestão”.

Passarela da Rodoviária

Inicialmente a obra, que está orçada em R$ 2.517.823,12, estava prevista para ser entregue até abril deste ano,  mas o lançamento da licitação foi suspenso para a revisão de apontamentos técnicos, feitos pelas empresas participantes.

A empresa Lotufo Engenharia, vencedora da licitação para prestação do serviço, deu início aos trabalhos em julho. Segundo Antenor a implantação da estrutura metálica deverá ser feita sem que sejam causados prejuízos ao trânsito. Assim, só haverá fechamento da via em caso de extrema necessidade.

A passarela da rodoviária contará com dois elevadores e deverá ter uma arquitetura imponente, segundo o secretário.
 
Túnel

A Prefeitura de Cuiabá estuda a possibilidade de assumir as obras do túnel da rua Trigo de Loureiro ligando os bairros Consil e Araés, na região do viaduto sobre a avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA). A intervenção é vista como primordial para desafogar o trânsito na região, que deve ganhar uma fluidez ainda maior com a construção da passarela da rodoviária.

Prefeitura estuda assumir obras para abrir túnel que promete destravar trânsito próximo a avenida do CPA

A obra pleiteada pela prefeitura consiste na escavação para liberação do túnel, que hoje está aterrado, e a construção de um pequeno viaduto próximo à empresa Todimo, de cerca de 10 metros.
 
O projeto, que ligará os bairros Consil e Araés, tem como objetivo tornar o trânsito mais dinâmico na região. A expectativa é que o túnel desafogue o trânsito das avenidas Marechal Deodoro, CPA, e Miguel Sutil. Isso porque a ‘travessia’ entre os dois bairros será facilitada.

19 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Sr. Sincero
    21 Out 2019 às 20:15

    Com esse bando de roda presa que tem aqui em Cuiabá, pode construir 200 passarelas não vai adiantar. Povo só anda pela esquerda iguais umas tartarugas e se pedir pra sair da frente zangam...

  • Arlindo Texano, Anomalia
    21 Out 2019 às 14:12

    E o restaurante girátório no morro da luz??? Votei no senhor esperando esta obra kkkk

  • Vagner Wolks
    21 Out 2019 às 14:02

    Vai desafogar a região da rodoviária, porém no final da tarde a República do Líbano, mais precisamente nas proximidades do Residencial Paiaguás, vai piorar e muito. É preciso alargar urgentemente a alça lateral da trincheira Guia-Chapada para passar dois carros por vez.

  • claudio José Sônego
    21 Out 2019 às 10:45

    Realmente a passarela da rodoviária irá desafogar o trânsito.Mas o que causa espanto é o valor da obra que custará 2,5 milhões.Está muito claro que esta obra está superfaturada e alguém deve tomar providências.Acho um absurdo o que fazem com o dinheiro do contribuinte.

  • Cidao
    21 Out 2019 às 10:34

    Tem que se executar um retorno ali também para quem da guia e região para acessar a avenida do Cpa como era antes . Caso contrário não vai adiantar nada

  • Paulo Henrique
    21 Out 2019 às 07:25

    Concordo com Ecio!!! o problema de Cuiabá são os motoristas, que não sabem dirigir. entram no carro pra mexer em celular, escultar radio e ficar viajando no mundo da lua! ORA! a via foi feita para se locomover de um ponto a outro evitando ao máximo atrapalhar o deslocamento de outros. semáforo abre, o primeiro demora 5 segundos pra se locomover. ai não da!!!

  • Rocha
    21 Out 2019 às 06:22

    Não aprendem mesmo !!!

  • Nano
    20 Out 2019 às 22:02

    O acesso à rodoviária para quem vem da República do Líbano é uma calamidade. Nunca vi coisa igual. Passar em frente à rodoviária e fazer contorno complicado para entrar. Deus tenha misericórdia. Vôte.

  • Aderbal Siqueira
    20 Out 2019 às 15:31

    DOIS MILHÕES E MEIO DE REAIS PRA CONSTRUIR UMA PASSARELA??????????????

  • Diego
    20 Out 2019 às 15:25

    Sr Secretário, já passou da hora de colocar faixa de pedestre e semáforo em frente aos hiponímia estação! Uma vergonha aquilo. Não tem como atravessar a rua à pé! Melhorar o deslocamento a pé, diminui o número de carros na rua e desafoga o trânsito. Seja inteligente. Cuiabá tem ordenação urbana de 1930.

Sitevip Internet