Olhar Direto

Quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Notícias / Cidades

Acusado de cinco estupros contra crianças morre após passar mal na prisão

Da Redação - Wesley Santiago

21 Out 2019 - 14:36

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Acusado de cinco estupros contra crianças morre após passar mal na prisão
Um homem de 63 anos, identificado apenas como J.C.O., morreu no último sábado (19), após passar mal na Cadeia Pública de Barra do Bugres (165 quilômetros de Cuiabá). Ele foi socorrido para uma unidade de saúde após uma crise de gastrite, que acabou evoluindo para óbito. Ele estava preso desde o dia 30 de setembro por força de mandado.

Leia mais:
Acusado de cinco estupros pode estar envolvido em sumiço de criança com necessidades especiais
 
Segundo a direção da unidade, o preso acordou passando mal no dia 15 de outubro, reclamando de dores no estômago, causado por gastrite. Ele foi levado ao hospital em Barra do Bugres e regulado para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá no dia 17 de outubro.
 
Porém, na noite de sábado, o homem não resistiu e morreu. A direção da unidade de Barra do Bugres aguarda a certidão de óbito para ser encaminhado ao juiz da comarca.
 
Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), o preso não sofreu nenhuma agressão física dentro da cadeia por colegas de cela e também não havia feito nenhuma reclamação neste sentido.

Conforme o apurado pelo Olhar Direto, a primeira informação era de que o preso teria sido espancado na cadeia por outros detentos, o que foi negado pela direção da unidade.

Um laudo deverá apontar a real causa da morte. 

Prisão
 
J.C.O., 63 anos, foi preso no fim de setembro deste ano, acusado de cometer cinco estupros contra crianças, entre os anos de 2010 a 2016. Ele também é investigado pelo envolvimento no desaparecimento de Andrelina Lima Marques, de 10 anos, que sumiu na véspera do Dia das Crianças, em 2011. A vítima tinha necessidades especiais e nunca foi encontrada.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Quando satã entrou no jardim
    22 Out 2019 às 08:44

    Se esse senhor for mesmo autor dessas atrocidades de que é acusado, triste. Um homem que estupra crianças não pode conviver entre nós. Como diria Dimitri, personagem de Dostoiévski "o problema não é viver como pecador e sim morrer como pecador". Oxalá que seja apenas uma denúncia, nesse caso, mesmo preso, sua alma morreu em paz.

  • O TRASTE ERA PETISTA
    21 Out 2019 às 15:35

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.