Olhar Direto

Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

Selma apresenta relatório de PEC que regulamenta prisão em segunda instância na quarta-feira

Da Redação - José Lucas Salvani

13 Nov 2019 - 14:32

Foto: Reprodução

Selma apresenta relatório de PEC que regulamenta prisão em segunda instância na quarta-feira
A relatora da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 5 de 2019, senadora Selma Arruda (Podemos), irá apresentar um relatório na próxima reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), marcada para o próximo dia 20, uma quarta-feira. O relatório da parlamentar contempla uma emenda do senador Marcos Rogério (DEM-RO), que mantém a execução da pena após a análise do primeiro órgão colegiado.

Leia mais:
Lula deixa a prisão em Curitiba após decisão do STF; assista

A emenda do senador não engessa o atual sistema processual, possibilitando a suspensão temporária da execução da pena decidida em instâncias superiores. "Nós sabemos que a obrigação de resolver isso é realmente do legislador e, portanto, vamos encarar a luta com essa vontade de conseguir as 49 assinaturas no Senado e apelando para população cobrar os parlamentares esse posicionamento", afirmou a senadora.

Selma defende que a PEC, caso aprovada, irá trazer clareza para a lei e não irá ferir a cláusula pétrea. Ela garante, inclusive, ter uma nota técnica do Senado que atesta que a PEC não fere à constituição.

"Como juíza criminal, não tinha nada mais triste do que fazer audiências de processos antigos de pessoas que já tinham se regenerado e ter que decretar a prisão porque já havia passado todos os recursos. Esse cenário não traz benefícios para sociedade, para o delinquente, nem para a vítima. Só beneficia aquele criminoso que quer sair impune com a prescrição do delito", argumenta.

Lula livre

Após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), na última sexta-feira (8), o ex-presidente Lula saiu da da Superintendência da Polícia Federal (PF). Ele estava preso desde 7 de abril de 2018.

Condenado em duas instâncias no caso do tríplex no Guarujá, no âmbito da Operação Lava Jato, Lula cumpria pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias. Agora, o juiz Danilo Pereira Jr. autorizou que Lula recorra em liberdade.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jane
    14 Nov 2019 às 08:31

    Votei na senhora, e não me arrependo nem um pouco.

  • Janinha Gusmão
    13 Nov 2019 às 20:38

    Lula presidente novamente!!!!

  • Fredd
    13 Nov 2019 às 16:11

    É isso aí Senadora Selma, não perdi meu voto, falta mudar a maneira como é escolhido os membros dos TRIBUNAIS DE CONTA! Contamos com a Sra!

  • Kleber Venâncio
    13 Nov 2019 às 14:58

    Sem projetos. Sem nada. Ex juíza. Ex senadora.

Sitevip Internet