Olhar Direto

Terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

“Todo prefeito precisa do governador”, afirma Emanuel a colegas

Da Redação - Vinicius Mendes / Da Reportagem Local - Érika Oliveira

18 Nov 2019 - 18:43

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

“Todo prefeito precisa do governador”, afirma Emanuel a colegas
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), convidou os prefeitos dos municípios de Mato Grosso a comparecerem à sexta e última etapa de inauguração do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e afirmou que, assim como eles, também precisa do governador Mauro Mendes (DEM). Nas últimas semanas o clima entre Mauro e Emanuel tem sido tenso. Na manhã de hoje (18), inclusive, Mauro criticou a postura do prefeito em fazer mais de uma “inauguração da mesma obra”.
 
Leia mais:
“Estamos aqui para trabalhar e não ficar cacarejando”, cutuca Mauro sobre inauguração final do HMC
 
Emanuel, durante um encontro promovido pela Associação Mato-grossense dos municípios na tarde de hoje, fez um convite aos prefeitos para que comparecessem à inauguração da última etapa do HMC. O prefeito disse estar feliz com a conclusão da obra e que quer dividir isso com todos.
 
“Queria dividir com vocês esta minha alegria, sei a emoção e a alegria de entregar uma obra, de ver um sonho realizado, de deixar de lado todas as dificuldades, as tristezas e as decepções, os obstáculos porque conseguimos chegar lá. Eu faço questão de dividir com os meus colegas prefeitos, de todos os municípios do Estado, com meu grupo, com meus amigos, que me ajudaram a chegar até aqui, e com a minha equipe, este momento histórico e único na história de Cuiabá e de Mato Grosso, a entrega definitiva, 100% em funcionamento do maior hospital do Estado de Mato Grosso, o HMC, e dentro dele vai funcionar o novo e moderno Pronto Socorro da nossa capital”, disse.
 
Ao formalizar o convite, Emanuel também disse que pretende ser pontual com o evento, já que sabe que os prefeitos irão comparecer ao jantar com o governador Mauro Mendes. Ele afirmou saber da importância da aproximação entre os prefeitos e chefe do executivo estadual, e que ele, assim como seus colegas, também precisa do governador.
 
“Convido todos vocês, eu sei que depois vai ter uma janta com o governador Mauro Mendes, é importante que os prefeitos tenham esta articulação também mais próxima do governador, todo prefeito precisa do governador, eu também preciso, vocês também precisam bastante, é fundamental que o prefeito se aproxime do governo do Estado, então vou começar 19h em ponto o evento, até para que possamos liberar a tempo, porque o governador vai também”.
 
Clima tenso

 
O governador Mauro Mendes, apesar de garantir presença na inauguração da última etapa do HMC, não deixou de tecer críticas ao prefeito Emanuel Pinheiro. Ele pontuou que o importante é o cidadão receber o benefício e relembrou que fez a entrega da Santa Casa em um único evento. Segundo ele, fazer isto em partes, consome dinheiro público e energia dos servidores.
 
“O importante é colocar estradas em operação, escolas para funcionar. Entregamos várias creches aqui e eu fui em metade. Não gosto de ficar fazendo barulho. Para mim, não é uma coisa que me causa sensação boa quando vejo alguém fazendo inauguração da mesma obra. Como esta é a última e já fui em uma, eu vou prestigiar mais uma vez. Todo mundo sabe [que foi Mauro quem iniciou a obra], não precisamos ficar dizendo o que é de domínio popular. Estamos aqui para trabalhar, entregar resultado e não para ficar cacarejando o tempo todo”, disparou o governador.
 
Na última quinta-feira (14), o secretário-chefe da Casa Civil do Estado, Mauro Carvalho, também fez críticas ao prefeito da capital mato-grossense. Durante entrevista à Rádio Capital FM, o jornalista e ex-senador Antero Paes de Barros afirmou que Emanuel teria acusado o governador Mauro Mendes, que antecedeu a gestão de Pinheiro na Prefeitura de Cuiabá, de ter lhe deixado as obras do novo Pronto-Socorro “abandonadas”.
 
Carvalho reagiu e desafiou o prefeito a provar tais acusações, sugerindo inclusive que o emedebista renuncie ao seu cargo caso consiga confirmar as alegações. “Eu desafio o prefeito Emanuel Pinheiro a provar que essa obra estava abandonada. Nós temos as planilhas de todas as medições que foram feitas no ano de 2016, que foi o ano do ultimo mandato do Mauro Mendes como prefeito da Capital. Se ele conseguir provar que a obra estava abandonada eu renuncio o meu cargo na Casa Civil e eu gostaria que ele fizesse o mesmo na Prefeitura de Cuiabá, caso ele não consiga provar que realmente essa obra estava abandonada e parada”.
 
O secretário interino de Governo da Prefeitura de Cuiabá, Lincoln Sardinha, se manifestou através de nota sobre as duras declarações do secretário-chefe da Casa Civil do Estado, Mauro Carvalho.
 
“É compreensível que, com o período eleitoral se aproximando, aqueles que possuem pretensões políticas tendem realmente a falar mais e, não tendo resultados a apresentar, atacam na ânsia de buscar espaço”, diz trecho da nota.
 
Com relação ao “desafio”, Sardinha respondeu que a atual “gestão não tem qualquer interesse em entrar em desafios vazios, pois temos mais de 700 mil motivos para encarar desafios maiores e com fundamento”.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet