Olhar Direto

Domingo, 19 de janeiro de 2020

Notícias / Cidades

PF prende quadrilha que recrutava mulheres para tráfico internacional de cocaína em MT

Da Redação - José Lucas Salvani

20 Nov 2019 - 10:06

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

PF prende quadrilha que recrutava mulheres para tráfico internacional de cocaína em MT
A Polícia Federal realizou uma operação, na manhã desta quarta-feira (20) contra uma quadrilha que recrutava mulheres para tráfico de cocaína para a Europa. Até o momento 28 pessoas já foram presas. A operação acontece, além de Mato Grosso, em outros oito estados e no Distrito Federal. O grupo também é investigado por tráfico de haxixe para o Brasil.

Leia mais:
PJC prende homem envolvido em sequestro e morte de casal que ganhou R$ 1,4 mi na loteria

No total, 200 policiais federais estão cumprindo 40 mandados de prisão e 40 de busca e apreensão para 40 veículos, entre caminhões, carros, motocicletas e embarcações. Há também mandado de apreensão de cerca de R$ 10 milhões em bens.

De acordo com o G1, entre os 28 mandados de prisão cumpridos, nove deles foram no Rio Grande do Sul, seis no Paraná, quatro na Paraíba, duas em São Paulo, duas no Rio de Janeiro, duas em Minas Gerais, duas em Santa Catarina e uma no Distrito Federal.

As investigações tiveram início em março de 2019, quando identificaram a organização criminosa, a partir de Caxias do Sul/RS e de Curitiba/PR, recrutava mulheres em diversos estados do país para atuarem como “mulas” no transporte da droga para a Europa.

No decorrer do inquérito policial foram realizados diversos flagrantes em aeroportos brasileiros e no exterior, com 25 pessoas presas em flagrante, seis delas em Lisboa (Portugal), Quase duas toneladas de drogas também foram apreendidas apreendidas. Em uma das ações, a Polícia Federal interceptou em João Pessoa (PB) uma carga de 1,6 tonelada de haxixe em um veleiro que havia partido do Marrocos, na África, que foi a maior apreensão da droga pela Polícia Federal.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet