Olhar Direto

Domingo, 08 de dezembro de 2019

Notícias / Esportes

Zagueiro do Paysandu vira ‘meme’ ao ‘desfilar’ em batida de pênalti e chutar para fora contra o Cuiabá; veja

Da Redação - Wesley Santiago

21 Nov 2019 - 11:36

Foto: TV Brasil

Zagueiro do Paysandu vira ‘meme’ ao ‘desfilar’ em batida de pênalti e chutar para fora contra o Cuiabá;  veja
O zagueiro do Paysandu, Caíque Oliveira, que perdeu o pênalti decisivo que poderia dar o título para o time paraense, na final contra o Cuiabá, na Copa Verde, virou ‘meme’ na internet após desperdiçar a cobrança. O modo como o atleta se dirigiu para o chute chamou a atenção, com ele praticamente ‘desfilando’ até chegar na marca da cal. No fim, o time mato-grossense sagrou-se bicampeão da competição e garantiu vaga direta nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Leia mais:
Cuiabá faz gol milagroso no fim, bate o Paysandu nos pênaltis e é campeão da Copa Verde
 
O ‘desfile’ até a cobrança, a passos lentos, aconteceu na disputa por pênaltis. Se Caíque anotasse o tento, o Paysandu seria o campeão. Porém, ele acabou chutando para fora, traindo até o narrador do confronto, que achava que a bola havia entrado. Vale lembrar que o estilo é adotado pelo atleta há algum tempo.
 
A situação rendeu diversos memes na internet. Após a confirmação do título pelo Cuiabá, durante a comemoração, um dos jogadores do ‘Dourado’, Jonas (ex-Vasco, Botafogo) ainda repetiu a cena do adversário, ironizando-o.

Com o título, o Cuiabá garante vaga nas oitivas de final da Copa do Brasil do ano que vem e deve garantir em torno de, pelo menos, R$ 3 milhões por disputar esta fase. 
 
O jogo
 
O Cuiabá foi até o Pará em busca de reverter o placar de 1 a 0, que sofreu na Arena Pantanal. Demorou mais que os habituais 90 minutos para o 'Dourado' conseguir chegar ao empate.
 
Aos 49 minutos do segundo tempo, o time mato-grossense teve a marcação de uma falta. Todos os atletas do 'Dourado' foram para a área, inclusive o goleiro Victor Souza. Mas foi Paulinho quem colocou a cabeça na bola e a mandou para o fundo das redes, marcando o tento milagroso.
 
Após o apito final, foi a vez da disputa dos pênaltis. O Cuiabá levou um banho de água fria na primeira batida, realizada por Ednei, defendida pelo goleiro do Paysandu, Giovanni.
 
Depois disto, todos converteram seus pênaltis. Paulinho teve a missão de manter vivo o Cuiabá na disputa e marcou o gol. Caíque então teve o título nos pés, mas após uma lenta ida para a bola, errou a cobrança.
 
No fim, Marques converteu o seu pênalti para o Cuiabá e Nicolas bateu no travessão, dando o título, mais uma vez milagroso, para os mato-grossenses.
 
Veja o lance e a repercussão abaixo:
 
   
 
 
 
 

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • T M P
    21 Nov 2019 às 13:35

    O pessoal não perdoa... Kkkkkkk

  • Flavio
    21 Nov 2019 às 13:04

    Já diz o ditado: "A soberba precede a derrota". Isso vale também aos flamenguistas, que nas últimas semanas ficam desdenhando dos adversários, dizendo que são "de outro patamar " e tal. Vai vendo.

  • Flavio
    21 Nov 2019 às 13:04

    Já diz o ditado: "A soberba precede a derrota". Isso vale também aos flamenguistas, que nas últimas semanas ficam desdenhando dos adversários, dizendo que são "de outro patamar " e tal. Vai vendo.

  • Paolo
    21 Nov 2019 às 12:00

    E ganhou 2,5 milhões pelo título.

Sitevip Internet