Olhar Direto

Domingo, 08 de dezembro de 2019

Notícias / Cidades

Bombeiros salvam bebê de 7 meses que ficou inconsciente após engasgamento

Da Redação - Vinicius Mendes

22 Nov 2019 - 18:04

Foto: Reprodução

Bombeiros salvam bebê de 7 meses que ficou inconsciente após engasgamento
Uma bebê de sete meses foi salva pelo Corpo de Bombeiros de Jaciara (a 144 km de Cuiabá), após ficar inconsciente em decorrência de um engasgamento. Após acordar a criança foi encaminhada ao Hospital Municipal de Jaciara para receber mais cuidados médicos.
 
Leia mais:
Homem que esfaqueou mulher e tentou se matar é condenado a 9 anos de prisão
 
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, por volta das 21h30 de ontem (21) os pais da menina, identificados como Silvielly e Misael, chegara desesperados ao batalhão de Jaciara com a criança. A bebê estava inconsciente, cianótica (pele arroxeada), sem respirar e com corpo mole, devido a um engasgamento.
 
O socorrista então iniciou uma manobra de desobstrução de vias aéreas, conhecida como tapotagem. Após algumas repetições a criança começou a chorar, dando sinais de que as vias aéreas haviam sido desobstruídas.
 
A menina então foi encaminhada ao Hospital Municipal de Jaciara, onde ficou sob cuidados médicos.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Laininha Cintra
    23 Nov 2019 às 10:07

    José o que tem a ver seu comentário com a matéria? Olhar Direto, atentem e filtrem. Esse bombeiro é um herói.

  • Janinha Gusmão
    23 Nov 2019 às 10:05

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • José
    23 Nov 2019 às 07:37

    Os responsáveis pela morte do Rodrigo Claro, quando participava do Curso de Formação de Bombeiro Militar, NÃO foram punidos até a presente data (23/11). Espero que sejam condenados pela Justiça Militar, inclusive com a perda do cargo público. Chega de impunidade neste Esrado!

  • Bia Lima
    22 Nov 2019 às 22:26

    Parabens ao bombeiro!

Sitevip Internet