Olhar Direto

Quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Notícias / Cidades

Acusado de matar empresário após discussão por farol alto se apresenta e sai pela porta da frente

Da Redação - Wesley Santiago

06 Dez 2019 - 07:43

Foto: Reprodução

Acusado de matar empresário após discussão por farol alto se apresenta e sai pela porta da frente
Maroan Fernandes Haidar Ahmed, acusado de matar Fábio Batista de Jesus, em novembro de 2018, após a vítima reclamar do farol alto do carro, se apresentou à Justiça, em Rondonópolis (215 quilômetros de Cuiabá) na terça-feira (03). Ele estava foragido desde o dia do crime, mas conseguiu um habeas corpus, que permitiu que ele responda ao processo em liberdade.

Leia mais:
Empresário morre baleado após discussão por causa de farol alto de Amarok
 
A defesa alega no pedido que as digitais encontradas nas garrafas de água que estavam no carro que o acusado estaria conduzindo, não seriam as dele. Além disto, elas também não seriam as mesmas que as encontradas no volante.
 
Após analisar o pedido da defesa, a Justiça decidiu concordar com que Maroan respondesse às acusações em liberdade. Ele terá que cumprir medidas restritivas, como o uso de tornozeleira eletrônica.
 
Enquanto esteve foragido, o acusado postou fotos em suas redes sociais. Em uma delas, ele estava em uma praia, enquanto que em outra aparece comendo no restaurante de uma franquia no nordeste.
 
O caso
 
O empresário Fábio Batista da Silva, de 41 anos, foi assassinado em novembro de 2018, em uma loja de conveniência no município de Rondonópolis, após discutir com o dono de uma picape Amarok para que abaixasse o farol do veículo.
 
Testemunhas que estavam com a vítima em uma das mesas relataram que uma Amarok branca parou em frente ao estabelecimento e permaneceu com o farol alto em direção às pessoas. Fábio então se aproximou do veículo pedindo para que abaixasse a intensidade do farol.
 
Houve uma pequena discussão entre eles e quando a vítima estava retornando para sua mesa foi alvejada por um disparo de arma de fogo, desferido pelo condutor da Amarok.
 
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou o óbito da vítima.

22 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Dj
    07 Dez 2019 às 17:58

    Parabéns para imprensa em geral aos sites que parece que vivem a custas de replicar notícias...nao tiveram a capacidade de filmarem a saída oi chegada desse assassino ....bando de incompetentes

  • Thatiana
    07 Dez 2019 às 16:16

    Eu penso que ele deveria andar com cuidado nas ruas.. Vai que uma bala perdida aparece na cabeça dele, neh? Ainda penso que o preço de quem tira uma vida é perder a vida!!

  • Flávio
    07 Dez 2019 às 13:49

    Esse cara não sabe a dor que a família da vítima sentiu e continua sentido, se ele fosse Homem de verdade assumiria a responsabilidade dos seus atos, porém a sua arrogância e poder aquisitivo o impede de ser um humano racional. Mas que ele não se esqueça da lei do retorno, aqui se faz aqui se paga.

  • Bob
    07 Dez 2019 às 12:27

    Quem quer lei que faça você próprio ! Essa lei dos bandidos que estão no pode r não funciona ! O negócio e olho por olho dente por dente

  • Cristiane Andrade
    07 Dez 2019 às 11:47

    SÃO AS BRECHAS DA LEI BANALIZADA QUE É NO BRASIL. CRIMES EDIONDOS TEM ESSA RESPOSTA PRA SOCIEDADE, ESFREGAM NA NOSSA CARA A IMPUNIDADE.

  • Reginaldo
    07 Dez 2019 às 05:43

    É o cúmulo do absurdo, ao site fica a dica, pode citar o nomes dos juízes pra gente ir conhecendo. Fiquem tranquilos que esse aí já já recebe o boleto dele! Com certeza o boleto vai chegar pra esse infeliz que cometeu essa desgraça e pra “justiça” que concedeu o HC.

  • Sergio
    06 Dez 2019 às 23:39

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Plauto
    06 Dez 2019 às 20:59

    Este crime só prova que a justiça não funciona para a elite.

  • José
    06 Dez 2019 às 20:18

    Essa é a justiça Brasileira, só serve para soltar quem pode pagar advogado.

  • patriota brasil
    06 Dez 2019 às 17:19

    Essa é a justiça brasileira só funciona para os pobre.mais a justiça divina funciona para todos.pode esperar.

Sitevip Internet