Olhar Direto

Quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Notícias / Educação

Projeto de Várzea Grande concorre a programa do Instituto MRV com patrocínio de R$160 mil

da Redação - Isabela Mercuri

07 Dez 2019 - 10:22

Foto: Reprodução / Ilustração

Projeto de Várzea Grande concorre a programa do Instituto MRV com patrocínio de R$160 mil
O projeto ‘Fala Aí - Núcleo experimental de jovens comunicadores’, desenvolvido na Escola Estadual Professor Fernando Leite de Campos, de Várzea Grande, é um dos concorrentes ao prêmio do programa Educar para Transformar, Chamada Pública de Projetos do Instituto MRV. Os dez projetos mais votados (pelo público) ganharão capacitações em gestão, acompanhamento de sua evolução e um aporte financeiro de R$ 160 mil, cada um, para o desenvolvimento das atividades durante dois anos.

Leia também:
Estudantes de Cuiabá irão representar o Brasil em conferência de tecnologia em Harvard
 
‘Fala Aí’ é uma rádio interna da escola, que engaja cerca de 35 estudantes, atividade feita em turno extra às aulas regulares. A atividade é realizada em parceria com a Associação das Artes, Comunicação e Cultura de Mato Grosso (Acênica). “É uma organização na qual eles se dividem na cobertura de eventos da escola, atividades, fazem a alimentação do site da escola”, relata a professora Leyde Laura de Souza.
 
A ideia agora é incrementar a participação e formação, com a formatação de uma agência jovem de comunicação, incentivo ao potencial comunicativo com capacitações em conteúdos de comunicação, com infraestrutura de design gráfico, audiovisual e mídias sociais.

“A ideia é aproveitarmos tudo o que a escola já desenvolve, com as ações da rádio e outras iniciativas, com a formatação de uma agência comunitária, para que os estudantes possam construir conteúdos de comunicação a partir de quatro frentes básicas: planejamento, criação, jornalismo e mídias sociais. Isso permite uma compreensão ampliada do mundo em que eles vivem, da escola e do entorno, e a perspectiva de oportunidades de trabalho no futuro”, destaca Jan Moura, da Acênica.

Educar para transformar
 
A 7ª edição do programa Educar para Transformar pré-selecionou 16 projetos, que estão disponíveis para votação popular até as 18 horas do dia 20 de dezembro, por meio do site http://educarparatransformar.institutomrv.com.br.
 
Concorrem também na chamada pública projetos de Recife, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Maringá, Salvador, Manaus, Porto Alegre, Brasília, Fortaleza e São José (SC).
 
De acordo com a assessoria, o programa tem o objetivo de promover transformações por meio da educação, estimulando aprendizados e mudanças culturais em seus públicos diretos e indiretos.
 
“Estamos muito felizes com esta nova fase do programa, recebemos muitos projetos interessantes e relevantes. A partir de agora, contamos com a participação da população para votar no projeto que mais irá transformar a realidade da escola pública. Realmente é emocionante perceber a preocupação das OSCs e das instituições de ensino em contribuir para um futuro melhor para as crianças e adolescentes deste País”, comenta Eduardo Fischer, presidente do Instituto MRV. O resultado, com os dez vencedores, será anunciado no dia 23 de dezembro no site do Instituto.

Fundado em 2014 pela MRV, o Instituto MRV é uma organização sem fins lucrativos, voltada para promoção da transformação social do país por meio da educação. Somente em 2018, foram investidos mais de R$ 6 milhões em projetos como Educar para Transformar – Chamada Pública de Projetos, MRV Voluntários e Seu filho, Nosso futuro; além de apoio a importantes instituições. Saiba mais em www.institutomrv.com.br.
 
Veja o vídeo enviado pela escola ao Educar para Transformar: 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet