Olhar Direto

Quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

Mauro Mendes anuncia pagamento do 13º salário ainda no mês de dezembro

Da Redação - Isabela Mercuri/Wesley Santiago

10 Dez 2019 - 12:44

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Mauro Mendes anuncia pagamento do 13º salário ainda no mês de dezembro
O décimo terceiro dos servidores do Estado será pago até o dia 20 de dezembro, em parcela única. O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes, em um encontro com o secretariado, na manhã desta terça-feira (10). O chefe do Executivo destacou o compromisso de todos o servidores com a melhoria do caixa, o que possibilitou que os vencimentos possam ser honrados em dia.

Leia mais:
Mauro anuncia fim do escalonamento, mas revela dificuldade para quitar 13º neste ano

"Toda esta melhora no nosso Estado nos permite dizer, que no dia 20 de dezembro, o 13º estará na conta de todos vocês. Quando a imprensa me perguntou muitas vezes como seria, eu sempre disse que tínhamos um plano, estratégia para isto. Dinheiro não brota, não tem uma mina escondida no CPA. O que tem é um trabalho honesto, responsável, com planejamento, metas e uma equipe engajada", destacou Mauro Mendes.

O governador ainda destacou que tudo isto é resultado de muito empenho da sua equipe, deputados estaduais, bancada federal e "principalmente dos servidores. Me resta dizer muito obrigado e que me sinto honrado de estar com vocês".

Mauro explicou que, mesmo as pequenas economias auxiliaram ao governo chegar em uma situação muito melhor que a encontrada no início do ano. "Era um paradoxo o que estava acontecendo neste Estado. Como pode, nossa economia subindo e o Executivo ter entrado em um caminho de colapso. A parti desta percepção, que as medidas foram tomadas e estamos chegando ao fim do ano com a sensação de dever cumprido”.

O secretário de Fazenda (Sefaz), Rogério Galo, destacou que a previsão do Executivo é de fechar o ano com algo em torno de R$ 300 milhões de déficit, número bastante inferior ao R$ 1,6 bilhão projetado na Lei Orçamentária. 

Galo ainda destacou a economia realizada com o custeio no Estado, que foi de R$ 200 milões ao longo do ano.

"Fecharemos este exercício com déficit estimado em 20% do que estava na Lei Orçamentária. Isso fará com que tenhamos restos a pagar muito menores. Colheremos resultados ao longo do tempo, mas o Estado se encontra em uma nova trajetória fiscal”, pontuou Galo.

O secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, aproveitou também o encontro para destacar a manutenção da equipe formada pelo governador no início do seu mandato. "Terminar o ano sem alteração no secretariado é algo raro de acontecer. Isto é a liderança dele na escolha das pessoas. A formação de equipe é que fará diferença. Escolhemos o que existia de melhor no Estado. Todos estão colhendo o resultado do que estamos entregando".

Na última sexta-feira (06), por meio de uma live no Instagram, o governador havia anunciado uma das notícias mais esperadas pelo funcionalismo do Estado: o fim do escalonamento salarial.

"Eu quero comunicar a vocês aqui e a todos que estão nas redes sociais nos acompanhando, que graças ao trabalho de muitos de vocês, nós vamos conseguir fazer o pagamento numa única parcela. No dia 10 de dezembro 100% do salário estará depositado na conta de vocês”, comemorou o governador.

No mês de setembro, em audiência para apresentar a evolução das metas fiscais relativas ao 2º quadrimestre de 2019 do Governo Mauro Mendes, o secretário de Fazenda Rogério Gallo afirmou aos poucos servidores do Poder Executivo presentes que o 13° salário seria pago até o dia 20 de dezembro, independente da vinda do recurso do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX).

O 13º salário dos servidores deve consumir R$ 560 milhões dos cofres públicos.

Atualizada às 12h48 e às 12h58

Comentários no Facebook

Sitevip Internet