Olhar Direto

Sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Notícias / Ciência & Saúde

Secretaria de Saúde orienta população a não consumir lotes da cerveja que causou morte e 10 intoxicações

Da Redação - Fabiana Mendes

14 Jan 2020 - 17:40

Foto: Reprodução

Secretaria de Saúde orienta população a não consumir lotes da cerveja que causou morte e 10 intoxicações
Após registro de uma morte e pelo menos dez intoxicações, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio do setor de Vigilância Epidemiológica e por determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), orientou a população a não consumir os lotes L 1 1348 e L 2 1348 da cerveja Belorizontina, fabricada pela Cervejaria Backer, de Minas Gerais, devido ao risco de intoxicação exógena por dietilenoglicol.

Leia mais:
Dono de moto apreendida por amarelinhos toma veículo à força e agride funcionários de guincho; veja vídeos

A Vigilância alerta ainda para os sintomas em caso de intoxicação: náuseas e/ou vômitos e/ou dor abdominal, associados à redução urinária de evolução rápida para insuficiência renal aguda, seguida ou não de uma ou mais alterações neurológicas como paralisia facial, visão embaçada, coceira facial, alterações de sensório, paralisia descendente e crise convulsiva. Os casos suspeitos devem ser imediatamente informados à Vigilância Epidemiológica municipal.
 
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento determinou que a cervejaria retire todas as cervejas e chopes de circulação, produzidos desde outubro do ano passado. Segundo informações da Agência Brasil, a cervejaria já foi interditada e pelo menos 139 mil litros de cerveja e 8,4 mil litros de chope apreendidos. Vestígios das duas substâncias tóxicas foram encontrados nos equipamentos de resfriamento usados na produção da bebida.  

Comentários no Facebook

Sitevip Internet