Olhar Direto

Sábado, 22 de fevereiro de 2020

Notícias / Política MT

Deputada de MT critica prazo curto para recurso de candidatos após falha no Enem

Da Redação - Vinicius Mendes

20 Jan 2020 - 11:45

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Deputada de MT critica prazo curto para recurso de candidatos após falha no Enem
A deputada federal Roda Neide (PT-MT) criticou a decisão do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) em encerrar na manhã desta segunda-feira (20) o prazo para pedido de reavaliação por parte dos candidatos do Enem 2019 que acreditam que houve erro na correção de suas provas. No sábado (18), o ministro da Educação, Abraham Weintraub, informou que houve erro na correção de algumas provas. O prazo para que a solicitação de reavaliação encerrou às 10h de hoje (horário de Brasília).
 
Leia mais:
Ministro confirma que algumas notas do Enem 2019 foram divulgadas com erros
 
O ministro compartilhou um vídeo na manhã de sábado (18) em seu perfil no Twitter relatando o problema. Ele afirmou que foram encontradas algumas inconsistências na segunda prova do Enem, a de matemática e ciências da natureza, realizada no dia 10 de novembro de 2019, mas garantiu que a parcela de candidatos afetados é baixa. Segundo o ministro alguns candidatos tiveram o gabarito trocado.
 
Weintraub disse que o problema seria resolvido até esta segunda-feira (20). O Inep ainda informou que qualquer candidato que se sentisse prejudicado, ou achasse que há algo de errado com sua nota, poderia enviar seus dados para o e-mail enem2019@inep.gov.br que seria feita uma reavaliação manual.
 
Na noite deste domingo (19), o Inep informou, através de seu perfil no Twitter, que o prazo para a solicitação de reavaliação se encerraria na manhã de hoje (20) para que tenham “tempo hábil de fazer toda a conferência necessária até o fim do dia”. Os resultados finais devem ser divulgados hoje. A deputada Rosa Neide criticou a decisão do Inep e afirmou estudantes serão prejudicados pelo curto prazo.
 
“Em comunicado de última hora, o Inep divulgou que aceitaria pedidos de correção de erros da prova do Enem apenas até as 10h de hoje, alegando que precisa de tempo hábil para efetuar as correções necessárias. Os estudantes que não viram o comunicado a tempo simplesmente serão obrigados a arcar com as consequências de um erro da instituição que pode lhes custar a tão sonhada vaga na faculdade!”, disse a deputada.
   

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Zeca
    20 Jan 2020 às 16:03

    Tinha de ser essa mulher para atazanar a vida de quem trabalha! Só sabe fazer isso mesmo.