Olhar Direto

Terça-feira, 31 de março de 2020

Notícias / Cidades

Após contratação de Bruno, logomarca da cooperativa Sicredi é retirada da camiseta do Operário

Da Redação - Fabiana Mendes

20 Jan 2020 - 14:10

Foto: Reprodução

Após contratação de Bruno, logomarca da cooperativa Sicredi é retirada da camiseta do Operário
A cooperativa Sicredi retirou sua marca da camiseta do Operário Futebol Clube de Várzea Grande. A decisão ocorre após confirmação da vinda do goleiro Bruno Fernandes, condenado a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, assassinato e ocultação do cadáver de Eliza Samudio, em 2010. Contudo, o Sicredi informou que a ausência da marca do Sicredi nas camisetas do Operário ocorre em função da estratégia de marca.

Leia mais:
Mulheres organizam protesto contra vinda do goleiro Bruno para Várzea Grande

Ao Olhar Direto, a assessoria informou que o Sicredi patrocina a Federação Mato-Grossense para o Campeonato Estadual de Futebol 2020 e não o Operário. Acrescentou ainda, por meio de nota, que não comenta as contratações de jogadores feitas pelos clubes.

A vinda do goleiro para Várzea Grande causou uma divisão entre os torcedores. Há quem defenda e outros que repudiam. Um grupo de mulheres organiza um protesto contra a vinda dele na terça-feira (21), às 19h, na Arena Pantanal, em Cuiabá. No ato organizado pelo Bloco das Mulheres também haverá manifestação contra feminicídio, crime de ódio baseado no gênero, amplamente definido como o assassinato de mulheres, e outras violências sofridas.

Bruno Fernandes ficou nove anos preso pela morte de Eliza Samudio e deixou a prisão em julho de 2019, após conseguir na Justiça a progressão de regime para o semiaberto. Em agosto de 2019 ele assinou contrato com o Poços de Caldas F.C., porém deixou o clube dois meses depois.

Na última sexta-feira (17), o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) autorizou que o goleiro Bruno cumpra pena em Várzea Grande, Mato Grosso. ​Assinada pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da Vara de Execução em Meio Aberto e Medidas Alternativas da Comarca de Varginha, Bruno deve ser anunciado como jogador do Operário.

Veja a íntegra da nota do Sicredi: 

"O patrocínio do Sicredi é com a Federação Mato-Grossense para o Campeonato Estadual de Futebol 2020.
A exposição da Marca nas camisetas do clube Operário não ocorre em função da nossa estratégia de marca. 
O Sicredi não comenta as contratações de jogadores feitas pelos Clubes."

37 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • CARMEN
    22 Jan 2020 às 10:54

    Acho que esse assunto já esta chato demais. Ele vai jogar no Operário sim, mais da metade dos que comentam aqui nunca foi a um estádio e nem sabem onde fica a sede do Operário. Comentam contra a contratação do goleiro apenas para " lacrar ", dar uma de certinhos. Ele tem que ressocializar sim e já foi julgado e sentenciado pela justiça ( sim, há justiça no Brasil ) e ponto final. Está aqui autorizado e não fugido. Acabou e deixem de ser chatos.

  • Emily
    22 Jan 2020 às 07:39

    Maninha Gusmão, aproveita e leva ele pra almoçar na sua casa, senhora evangélica. Ser evangélico não quer dizer que deva ser idiota ou tapado. Deus perdoa qual se arrepende, ele não se arrependeu, tanto é que nunca confessou, e ainda não cumpriu a pena! Foi condenado a 20 anos, ficou 9 e pediu progressão pra sair! Acha justo? A criança perdeu a mãe! A mulher tinha uma inteira pela frente e ele tomou a vida dela de forma cruel! Quem defende esse cara é tão monstro quanto ele! Vcs são bizarros! Espero que esse time vá a falência sem patrocínios. Lixos

  • Gabriela
    21 Jan 2020 às 19:38

    Esse timeco merece todo desprezo possível. E todos patrocinadores também. Vamos ficar de olho.

  • wandir faria de arruda
    21 Jan 2020 às 09:58

    Toda torcida quer que a diretoria contrate um matador, agora que contratou ficam brigando

  • Aline
    21 Jan 2020 às 09:41

    Só observo,quando o Bruno fazer belissimas defesas pelo operário ,os mesmo que criticou a vinda dele vão ser os mesmos que vão aplaudir.

  • Zeca
    21 Jan 2020 às 08:55

    Para quem está apoiando a contratação do goleiro que ainda cumpre pena, mesmo que alternativa, a matéria fala que o SICREDI já retirou o patrocínio. Agora entendam se quiserem. E quero ver qual é o time que vive sem patrocínio! Sejam apenas racionais, apenas isso.

  • Marcio Benedito de moraes
    21 Jan 2020 às 07:01

    força Bruno estamos com vc sempre vamos te apoiar até o final , sabemos da sua inocência , operário pode perder cicred que não ajuda em nada mas vai ganhar com estádio cheios todos os jogos pode ter certeza

  • Elizabeti ardisson
    21 Jan 2020 às 06:59

    Sou cooperada não concordo em manter este patrocínio operário já que o clube contratou este assassino não precisa do nosso patrocínio. Nos mulheres da cooperativa não aceitamos esse assassino sangue frio em nosso estado. Senhor presidente se liga corta este patrocínio imediatamente.

  • Magno Aurélio De Oliveira
    20 Jan 2020 às 22:31

    Segundo a matéria a sicredi é patrocinadora da federação e não Operário não vai influenciar muita coisa

  • Rodrigo
    20 Jan 2020 às 21:57

    Poxa...todo mundo merece uma segunda chance. Ops.... a Eliza Samudio não é todo mundo e por isso ela não teve sua segunda chance. Sem mais.

Sitevip Internet