Olhar Direto

Terça-feira, 31 de março de 2020

Notícias / Cidades

Corregedoria da PM abre procedimento demissório contra PMs que atiraram no rosto de mulher

Da Redação - Vinicius Mendes

21 Jan 2020 - 08:58

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Corregedoria da PM abre procedimento demissório contra PMs que atiraram no rosto de mulher
A Corregedoria Geral da Polícia Militar instaurou dois procedimentos de natureza demissória contra os dois soldados da PM que foram presos na última sexta-feira (17) acusados de agredir e atirar em uma mulher no município de Sorriso (a 420 km de Cuiabá). A prisão em flagrante dos dois foi convertida em preventiva na tarde desta segunda-feira (20).
 
Leia mais:
Juíza mantém prisão de policiais militares acusados de atirar no rosto de mulher
 
Os soldados da Polícia Militar Ezio Souza Dias e Weberth Batista Ribeiro passaram por audiência de custódia na tarde de segunda-feira (20), na 1ª Vara Criminal de Sorriso. A juíza Emanuelle Chiaradia Navarro Mano decidiu manter a prisão dos dois.
 
De acordo com a Polícia Militar, no dia do crime os dois foram autuados em flagrante e ficaram presos em uma unidade militar local. A versão divulgada inicialmente era de que os policiais teriam efetuado disparos de arma de fogo em um bar, mas acabaram atingindo a mulher no rosto e pescoço.
 
Um vídeo que circula na internet, porém, registrou o momento em que os dois policiais passam pela vítima na rua, a agridem e depois um deles dispara contra o rosto dela. A vítima sobreviveu, mas permanece internada em um hospital.
 
A Polícia Militar divulgou uma nova nota sobre o caso, após a veiculação do vídeo. De acordo com a PM, a Corregedoria Geral reconhece a gravidade dos fatos e instaurou dois procedimentos para avaliar a permanência dos dois militares nas fileiras da Instituição.
 
Leia a nota na íntegra:
 
A Corregedoria Geral da Polícia Militar informa que embasados das novas informações levantadas e das imagens que chegaram ao conhecimento da PM deverão ser instaurados dois procedimentos relacionados à ocorrência registrada em Sorriso (420 km de Cuiabá) na noite de sexta-feira (17.01), envolvendo dois soldados, na qual um homem foi agredido e uma mulher ferida a tiros na cabeça. 

Diante da gravidade dos fatos, os procedimentos a serem instaurados deverão ser de natureza demissória fins avaliarem a permanência de ambos nas fileiras da Instituição.

A Corregedoria reforça que a prisão em flagrante dos dois soldados assim como apreensão da arma usada foram efetuadas pela Polícia Militar em ação coordenada pelo comandante da unidade local, assim como a entrega deles na Delegacia de Polícia Civil para que pudessem ser autuados em flagrante delito de crime comum. Os dois policiais estavam em horário de folga, não no exercício da atividade policial.


 

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Zoroastro
    22 Jan 2020 às 09:13

    Cadê o povo que aplaude quando a PM mata alguém? por isso que eu sempre digo povo ignorante confunde polícia com justiça, a justiça é um órgão o PM ou PJC está sujeito a erros, quem devemos sempre aplaudir são nossos professores, estes sim lutam todos os dias e SOZINHOS para fazer com que pessoas melhorem de vidas, herói? O PERIGO DE SE APLAUDIR DÁ NISSO!

  • Para pensar
    22 Jan 2020 às 08:04

    Se não houvesse esse vídeo, e o tal "projeto anticrime" do Moro tivesse sido aprovado pelo congresso, bastaria aos PMs inventarem qualquer historinha e se enquadrariam no tal "excludente de Ilicitude". Sequer seriam investigados.

  • Polêmico
    22 Jan 2020 às 05:53

    Parabéns mais e a tenente que matou o menino no treinamento,isto é soltado é mais fácil,dois peso e duas medidas, a justiça tem que ser para todos,errou tem que pagar, não passa a mão na cabeça dela não.

  • Josinha
    21 Jan 2020 às 21:04

    Ainda bem que existem as câmeras de segurança, senão ia ficar por isso mesmo e ainda perigava colocar a culpa na mulher.

  • Julian
    21 Jan 2020 às 10:29

    Parabéns policia ta para defender a sociedade nao policia despreparado que atira em cidadão de bem aos novatos que se acham Deus ta ai o exemplo hj tudo e filmado uma hora a casa cai.

  • Ares
    21 Jan 2020 às 09:49

    Parabéns comandante temos que expurgar de nossos meios os maus policiais até pra não dar motivos para certas pessoas patéticas e medíocres que ficam ano inteiro a espera de uma notícia ruim de um policial militar para ir a desforra tentar arranhar a imagem de uma instituição centenária que já existia antes deles existir e vai continuar existindo por centenas de anos temos que preocupar com os deputados que aprovam as leis de carreiras e salários temos que preocupar com o governador que paga nossos salários temos que nos preocupar com o cidadão decente inteligente sensato que sabe o que é o joio e o que é o trigo vai uma dica pra você que tem tanta dor de cotovelo assim da Gloriosa senta na praça lá em frente à matriz e colhe assinaturas pra extinguir a gloriosa PM porque você ficar aqui descarregando sua inveja e despeito não vai adiantar nada até porque se tem um povo que não tem voz não tem direito a nada é o povo brasileiro

  • Moacir
    21 Jan 2020 às 09:43

    Coisa que eu nunca vi falar é que policial tem que fazer cursos preparatórios para ser soldados da polícia. A gente conhece cada MANÉ sem preparo psicólogo e até educativo nenhum dali a pouco bebo cara fardado e usando arma de fogo , o que é isso ? Está profissão não é pra quem quer e sim pra quem tem qualidades para isso.

  • Ana Antonia
    21 Jan 2020 às 09:34

    Parabéns, parabéns comandante pela decisão tomada em expulsar esses dois marginais que sujam a imagem dessa gloriosa farda da polícia militar, nós os contribuintes que pagamos os salários desses vagabundos. Que eles sejam expulsos e que sirva de exemplo para outros que estão nas fileiras da polícia militar com ideias de bandido. Louvado seja as santas câmeras de monitoramento. E que Deus abençoe e guarde os policiais do bem????

Sitevip Internet