Olhar Direto

Sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Notícias / Política MT

‘Apoiei e depois me desencantei’, afirma Pivetta sobre disputa com Carlos Fávaro

Da Redação - Lucas Bólico

25 Jan 2020 - 16:02

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

‘Apoiei e depois me desencantei’, afirma Pivetta sobre disputa com Carlos Fávaro
Dois políticos do pequeno e rico município de Lucas do Rio Verde (360 km de Cuabá) podem acabar polarizando a disputa ao Senado Federal, para preenchimento da vaga aberta com a cassação de Selma Arruda (PODE). Além de compartilharem o domicílio eleitoral, Carlos Fávaro (PSD) e Otaviano Pivetta (PDT) são ligados ao agronegócio e fazem parte do grupo político que governa o Estado de Mato Grosso.

Leia também:
Pivetta lamenta cassação e promete seguir passos de Selma no Senado
  
Apesar de tantos pontos em comum, não há conversa, devem se enfrentar na eleição suplementar. Antes disso, já foi deflagrada a primeira disputa: o apoio do governador Mauro Mendes (DEM) na eleição marcada para 26 de abril. Em entrevista concedida na última semana, Pivetta afirmou que se ‘desencantou’ com Fávaro no passado e destacou que ambos têm histórias, trajetórias e intensões diferentes na política.
  
“[São] Caminhos diferentes. Pensamento diferentes. Nada pessoal. Eu, você lembra, eu apoiei ele na eleição para vice-governador... sem nenhum problema. Depois disso eu me desencantei e não apoiei mais. Acho que, sem criticar, [ele] não me representa. É isso”, declarou Pivetta em A Notícia de Frente, programa exibido pela TV Vila Real.
 
A eleição que Pivetta se refere é a de 2014, quando Fávaro compôs a chapa encabeçada por Pedro Taques, hoje ex-governador tucano, mas à época filiado ao PDT de Otaviano. O agora vice-governador era prefeito de Lucas do Rio Verde e coordenou não só a campanha da aliança Taques-Fávaro como também foi o responsável pela transição do governo.
 
O empenho do pedetista naquela eleição foi tamanho que ele chegou a se licenciar da prefeitura em 2014 para se dedicar à disputa. Dois anos depois, saiu do Executivo de vez, também com a ‘participação’ indireta de Fávaro, mas desta vez contra a própria vontade. É porque em 2016 Otaviano concorreu à reeleição e acabou derrotado pelo candidato lançado por Fávaro no município.
 
Ainda no A Notícia de Frente, Pivetta declarou que ambos têm história e intenções diferentes na política. O vice-governador de Mauro Mendes foi polido, mas também direto ao responder a pergunta: ‘o que te diferencia dele?’.
 
“A história. Sem contar as ideias e as intenções, mas a história é a melhor forma de você avaliar a pessoa... através de sua trajetória e história”, finalizou.
 
Desde que Pivetta entrou na disputa, Mauro Mendes vem mantendo posição de neutralidade. Até então, o apoio do governador era garantido a Fávaro, em respeito à aliança de 2018, quando o ex-vice-governador disputou o Senado pela aliança que elegeu o atual governo.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Manoel Gomes
    26 Jan 2020 às 11:38

    Interessante esse Site, sempre destacando o Pivetta como maioral e vitorioso para o Senado, e desconhecendo a candidatura daquele que será eleito o novo Senador: Julio José de Campos, que será o candidato do DEM e com apoio total da Baixada Cuiabana e do Interior de Mato Grosso. Oque Piveta fez por outros Municipios de Mato Grosso, além de Lucas do Rio Verde..? NADA, nadinha,como Deputado Estadual e Secretario de Agricultura no Governo do Blairo, foi um fracasso, e agora como Vice de Mauro Mendes é um perdido no Paiaguás. Comparar a historia de Pivetta com a do Julio Campos, não dá, né jornalistas do Olhar Direto. Seja democratico e publique este meu comentário, tô de olho em voces.

  • Fim bom
    26 Jan 2020 às 08:26

    Ela ñ tem corossi ,timber ,cascalho ,pedra , grana , mesmo.

  • Zé Ninguém
    26 Jan 2020 às 01:04

    Povão preste atenção na fala do Pivetta : "acho que, sem criticar, ele não me representa" Agora é a nossa vez de dizer, eles não nos representam!!!!!

  • Gladston
    25 Jan 2020 às 23:08

    Essa, Otaviano, é a mesma música cantada pelo desgovernador deste estado, com pequenas alterações na ordem das palvras. Abra teus olhos, fique esperto, "pardal que acompanha joão de barro vira servente de pedreiro!" Esses DEMoníacos...

  • Paulo
    25 Jan 2020 às 21:55

    Gisela na cabeça esse oportunista do Favaro vai leva uma taca que não vai esquecer

  • Saulo
    25 Jan 2020 às 19:51

    Vai ganhar a eleição o candidato apoiado por Selma.

  • Gunther Reuter
    25 Jan 2020 às 19:17

    Então imagina a população que não o elegeu, e não o quer no poder !!!

  • Indignado
    25 Jan 2020 às 18:27

    Resumindo te apoiei agora lhe furo o olho lhe puxo o tapete!Mas tbm não irei ganhar,simples assim

  • areal
    25 Jan 2020 às 18:19

    Servidor público com vergonha na cara não vota em candidato do agro...chega dessa.mafia no poder ..Não somos gados

  • Zeca
    25 Jan 2020 às 17:11

    Pode vir os dois que Gisela simona, vai dar uma aula de voto.