Olhar Direto

Segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Notícias / Cidades

Homem é preso por quebrar porta de UPA e xingar funcionários para namorada ser atendida

Da Redação - Fabiana Mendes

27 Jan 2020 - 08:22

Foto: Reprodução

Homem é preso por quebrar porta de UPA e xingar funcionários para namorada ser atendida
Um homem, cuja identidade não foi divulgada, foi preso por quebrar a porta da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá, na noite de domingo (26). Ele também teria xingado funcionários na unidade médica.

Leia mais:
Prédio é evacuado após princípio de incêndio em apartamento; veja vídeo

Segundo informações da Polícia Militar, uma responsável, que seria técnica de enfermagem, relatou que o suspeito chegou exaltado e agressivo. Ele quebrou a porta da unidade, proferiu palavras de baixo calão e exigia que sua namorada fosse atendida mesmo sem ter feito uma ficha com seu dados.
 
O homem recebeu voz de prisão, mas resistiu. Os policiais precisaram usar força para conter e algemá-lo. Na ocasião, familiares do homem teriam partido para cima dos militares, que precisaram pedir apoio. Diante dos fatos, o homem foi encaminhado à Central de Flagrantes para as devidas providências. A ocorrência não cita se a namorada do suspeito foi atendida. O caso deverá ser apurado. 

Procurada, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o caso é uma situação pontual, mas que infelizmente os servidores estão sujeitos a passar, uma vez que a UPA é um hospital público, que funciona 24h e que atende todos os cidadãos, indiscriminadamente.

Veja nota na íntegra:

Em relação ao problema ocorrido na UPA Pascoal Ramos na madrugada desta segunda-feira (27), a Secretaria Municipal de Saúde informa:

-O atendimento na unidade de saúde estava acontecendo normalmente, com o quadro de funcionários completo.

-O casal chegou à unidade para que a moça recebesse atendimento, porém o namorado exigiu que ela fosse atendida imediatamente, sem fazer a ficha de atendimento e sem entregar seus documentos. De acordo com testemunhas, ele estava extremamente alterado e agrediu verbalmente os servidores que estavam em plantão. Ele inclusive danificou uma das portas da unidade com chutes.

-A polícia foi chamada e deteve o cidadão. Os funcionários da unidade fizeram um boletim de ocorrência.

-Esta é uma situação pontual, mas que infelizmente os servidores estão sujeitos a passar, uma vez que a UPA é um hospital público, que funciona 24h e que atende todos os cidadãos, indiscriminadamente.

 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet