Olhar Direto

Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Notícias / Cidades

Homem que matou genro após cena de violência doméstica é preso

Da Redação - Fabiana Mendes

14 Fev 2020 - 11:07

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Detalhe: Faisal Ibrahaim Abdularhnan Younes, de 49 anos.

Detalhe: Faisal Ibrahaim Abdularhnan Younes, de 49 anos.

O suspeito de matar o empresário Faisal Ibrahaim Abdularhnan Younes, de 49 anos,  foi preso pela Polícia Judiciária Civil de Matupá (695 quilômetros de Cuiabá), na noite de quinta-feira (13). O crime foi motivado por uma cena de violência doméstica flagrada pelo sogro de Faisal. Ao ver a filha ser agredida pelo marido, o sogro atacou Faisal. O crime aconteceu na manhã de quarta-feira (12), no bairro ZH 001.
Leia mais:
Sogro decepa mão do genro e o assassina após flagrar cena de violência doméstica

Segundo informações da assessoria de imprensa, o suspeito de 59 anos e sogro da vítima teve o pedido de prisão preventiva por homicídio qualificado cumprido pelos policiais civis, logo após se apresentar na Delegacia de Polícia de Matupá.

Conforme a delegada Juliana Rado, o autor do crime se apresentou e foi interrogado sobre os fatos e acusações. Após depoimento foi cumprida a ordem judicial de prisão preventiva. 

O suspeito foi encaminhado para realização de exame de corpo delito e posteriormente para uma unidade prisional, onde ficará à disposição da Justiça. 

“Nos próximos dias o inquérito policial instaurado para apurar o caso será concluído, com indiciamento do investigado pelo crime de homicídio qualificado”, destacou a delegada.
 
O caso
 
A esposa de Faisal contou que após desentendimento com o marido, teria ido para casa dos pais sozinha. Na madrugada, no entanto, o casal teria ido levar o filho para o hospital. No caminho, Faisal, também conhecido como Árabe, teria começado a agredir a esposa.

A mulher então saiu no carro e ligou para que seu pai a buscasse nas proximidades de uma escola. Na sequência, pai e filha foram buscar a criança na casa onde Faisal estaria. Lá, o empresário teria começado a agredir a esposa na frente do pai, que pegou um facão e atacou o genro.

Por volta das 6h40, a Polícia Militar foi acionada e informada de um atropelamento. No entanto, quando chegou ao local, encontrou Faisal caído no meio da rua e constatou que ele havia sido vítima de tentativa de homicídio. A mão estava ao lado do corpo. Ele também apresentava ferimentos de arma branca.

Failsa, que também é fazendeiro, foi levado para o Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito. O suspeito fugiu em uma caminhonete.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Sampaio
    14 Fev 2020 às 18:58

    Vixi , trabalhou rápido em Delegado e o Juiz , só queria ver se fosse ao contrario , se o juiz e o delegado teriam feito a mesma coisa , mas com certeza o mesmo já estaria em Dubai né.....

  • Dalto
    14 Fev 2020 às 17:07

    Pediu pra morrer né? foi prontamente atendido, parabéns ao pai

  • Ares
    14 Fev 2020 às 16:53

    Deve ir a júri popular se o júri for compostas por pessoas idôneas sensatas inteligentes com certeza será absolvido

  • Critico
    14 Fev 2020 às 15:21

    Parabéns a esse pai. Tem que defender a família.

  • Laudo Rodrigues
    14 Fev 2020 às 13:00

    Qual pai não defenderia sua filha ,o ocorrido é apenas uma.fatalidade

  • M
    14 Fev 2020 às 12:05

    Homicídio qualificado??? O Animus necandi era tão somente cessar a violência doméstica que SUA FILHA ESTAVA SOFRENTO, a morte foi uma consequência. Caracteriza um crime preterdoloso - lesão corporal seguida de morte. Opinião própria não deveria nem ser condenado....

Sitevip Internet