Olhar Direto

Sexta-feira, 10 de abril de 2020

Notícias / Política MT

Aparições, TBT's e busca frenética por apoio: o vale tudo pela disputa ao Senado em MT

Da Redação - Max Aguiar

16 Fev 2020 - 10:18

Foto: Reprodução

Aparições, TBT's e busca frenética por apoio: o vale tudo pela disputa ao Senado em MT
O vale tudo pelo apoio na campanha para vaga de senador suplementar, em Mato Grosso, continua a todo vapor. Enquanto uns usam e abusam das redes sociais com TBT’s (sigla em inglês utilizada para representar imagens do passado) e aparições em festas, outros aproveitam um espacinho na agenda para buscar o prestígio de barões da política ou até mesmo do presidente da República.

Leia Mais:
PDT lança vice-governador Otaviano Pivetta como pré-candidato ao Senado

Na semana passada, o ex-senador e ex-governador de Mato Grosso, Júlio Campos (DEM), foi um dos que buscou aparecer bastante nas redes sociais. Primeiro ele foi saudosista, lembrando de suas visitas às fazendas dos Maggis, em Itiquira, depois foi pessoalmente encontrar o ex-ministro Blairo Maggi para conversar de política.

No papo, que durou mais de uma hora no escritório de Maggi, em Cuiabá, Campos fez questão de lembrar que foi um dos governadores que mais abriu cidades no Estado e sempre foi apoiador do agro. Por fim, pediu que Blairo também o apoiasse na campanha ao Senado.

Após isso, Júlio também fez questão de dizer que é o “pai da criança”, quando o assunto é asfalto da BR-163, maior rodovia para exportação de grãos em Mato Grosso. Campos aproveitou para esparramar pelas redes sociais a imagem dele com o ex-presidente João Batista Figueiredo inaugurando um trecho de 650 km da 163, ligando Cuiabá-Sinop-Santa Helena. A inauguração foi em 10 de dezembro de 1984, há 36 anos.

O fato voltou à tona após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vir até a divisa de Mato Grosso com o Pará para inaugurar os últimos 51km de pavimentação da rodovia que liga os estados ao Porto de Miritituba.

Outro que também aproveitou, e está aproveitando cada aparição ao lado de Bolsonaro, é o ex-senador e deputado federal José Medeiros (Podemos). Na semana passada ele tomou café com o presidente, almoçou e acompanhou comitiva de Brasília para o Pará.

Em cada oportunidade, Medeiros, que ainda usa óculos escuros do pós-operatório de cirurgias oculares que fez há alguns dias, não sai de perto de Bolsonaro. Ele já gravou vídeo, mandou áudios e publicou inúmeras fotos para dizer que tem o apoio do presidente. Porém, por trás das câmeras, existe a possibilidade de Bolsonaro fazer Medeiros desistir do pleito e apoiar alguém do DEM, a pedido de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, presidentes da Câmara e Senado, respectivamente.

Ainda, na onda dos caroneiros, está o ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB). O tucano já recebeu apoio da maioria da executiva estadual e nacional e deve ser o nome da sigla para disputar a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais.

Leitão esteve em diversos eventos, porém o fato de não ter mandato eletivo o faz ficar distantes dos holofotes, como aconteceu no Pará. Tentando uma vaga no dispositivo de honra, Leitão chegou ao evento e se identificou como membro da consultoria política da Confederação Nacional da Agricultura, mas teve a entrada barrada e assistiu ao evento de inauguração da plateia comum, longe dos deputados, senadores, ministros e governadores presentes. Segundo informações de presentes, o ex-deputado chegou a ir embora antes do  tchau do presidente.

E assim continua a caminhada para o Senado entre os concorrentes. Neste domingo (16) o PT deve decidir o nome que colocará na disputa e quem serão os apoiadores.

No sábado (15), o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) confirmou seu nome como pré-candidato pela legenda e, na segunda-feira (17), o DEM deve decidir se vai pra disputa com Júlio Campos de cabeça de chapa ou se vai apoiar alguém, colocando o ex-governador como suplente.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Nonato
    17 Fev 2020 às 06:29

    Vai medeiros de oculos escuros...sua taca ta preparada. ...vai Julinho campos sua batata ta assando..vamos votar nulo..ou vamos votar em ze dumingo fraga ou no cabiludo...Juarez fiel . ..

  • nelson
    16 Fev 2020 às 10:42

    o tamanho do oculos do Medeiros e para esconder a vergonha na cara

Sitevip Internet