Olhar Direto

Terça-feira, 07 de abril de 2020

Notícias / Cidades

Presidente do PC do B diz que morte de ativista tem características de execução

Da Redação - Max Aguiar

16 Fev 2020 - 10:46

Presidente do PC do B diz que morte de ativista tem características de execução
O presidente do Partido Comunista do Brasil (PC do B) em Mato Grosso, Sérgio Negri, pede esclarecimentos urgente da Polícia Civil sobre a morte de Afonso João Silva, de 56 anos, na manhã deste sábado (15), no assentamento Resnacer União da Vitória, às margens da rodovia BR-364, em Jaciara. Afonso era ativista e lutava pela Reforma Agrária em Mato Grosso.

Leia mais:
Presidente municipal do PCdoB é assassinado em assentamento

Em nota, Negri afirma que o crime tem características de execução, por conta do uso de armas de grosso calibre. “A ida até a casa da vítima e o uso de armas de grosso calibre evidenciam que o crime tenha sido uma execução sumária”, frisa trecho da nota.

Por enquanto a Polícia Civil não se manifestou sobre o assunto, mas disputa pela área em que que o líder rural morava pode ter sido uma possível motivação para o crime. O assentamento União da Vitória, é uma área federal que teve "tensões" ao longo do processo entre os assentados e a Usina Pantanal, conforme divulgado na nota do PCdoB.

Por último, Negri pede que "o trabalho policial seja ágil, no sentido de prender os culpados e que a justiça seja feita" e que o PCdoB estadual e nacional irão "cobrar punição rigorosa" para o crime.

O caso

Afonso foi encontrado morto em uma casa que ele tem na região. Algumas pessoas estariam nas proximidades e ouviram um tiro. Quando chegaram no local, encontraram o ativista sem vida.

A esposa recebeu a notícia quando estava no bairro Jardim Aeroporto II, se preparando para ir ao assentamento.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Zeca
    17 Fev 2020 às 10:46

    Ativista da reforma agrária. Para quê? 16 anos de governos de esquerda no Brasil não foi o bastante para implantar a reforma agrária? Isso prova que essa gente não quer reforma agrária, mas viver da assistência e outros benefícios concedidos pelos governos.

  • COMEÇOU A CAMPANHA DA ESQUERDA!
    17 Fev 2020 às 10:02

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Davi
    16 Fev 2020 às 11:16

    Uma vida de crimes. Difícil saber de onde veio o tiro. Infelizmente, não obstante a legitimidade da busca pelo acesso à terra, o MST tem empregado táticas terroristas lastimáveis.

Sitevip Internet