Olhar Direto

Quinta-feira, 02 de abril de 2020

Notícias / Política MT

Mendes anuncia abertura de ala de segurança máxima para presos de alta periculosidade na PCE

Da Redação - Érika Oliveira

25 Fev 2020 - 08:18

Foto: Reprodução

Mendes anuncia abertura de ala de segurança máxima para presos de alta periculosidade na PCE
O governador Mauro Mendes (DEM) anunciou no início desta semana, durante encontro com lideranças comunitárias no Palácio Paiaguás, a construção de uma ala de segurança máxima para abrigar presos de alta periculosidade na Penitenciária Central do Estado (TCE). A reforma faz parte do programa “Tolerância Zero”, que será lançado no próximo mês.

Leia mais:
Imagens exclusivas mostram revista em celas da PCE durante intervenção; veja

“Todas esses programas já estão sendo detalhados e até o final de março vamos apresentar publicamente o Tolerância Zero, que vai comprar quatro mil pistolas novas para a policia, ampliar as vagas nos presídios e instituir a ala de segurança máxima dentro da PCE. Todos são projetos que já estão em andamento, alguns já em fase de contratação”, informou o governador.

O programa Tolerância Zero prevê uma série de medidas de enfrentamento à criminalidade do Estado e de reforço às ações da Segurança Pública. Em agosto do ano passado, a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) fez uma varredura na PCE, com o objetivo de estabelecer a ordem e realizar uma reforma na unidade prisional.

Batizada de “Agente Douglas”, a operação foi uma homenagem ao agente penitenciário executado por membros do Comando Vermelho, na cidade de Lucas do Rio Verde, com vários tiros de pistola 0,9 mm, quando chegava em sua residência.

A ação promoveu mudanças nas celas, pinturas e retirada de produtos que estão em desconformidade com o Manual de Procedimento Operacional Padrão do Sistema Penitenciário.

No Brasil, há pouco mais de mil vagas disponíveis em cinco presídios para abrigar presos de alta periculosidade e líderes de organizações criminosas e facções. As unidades em funcionamento são controladas pelo Governo Federal e estão localizadas em Catanduvas (PR), Campo Grande (MS), Porto Velho (RO), Mossoró (RN) e Brasília (DF).

O Governo Federal tem apostado na atuação das Forças-Tarefas de Intervenção Penitenciária (FTIP) para auxiliar estados a lidarem com situações de crise. As FTIP são compostas por agentes federais, que se deslocam para os estados para controlar a situação e treinar agentes locais.

Atualmente, a população carcerária de Mato Grosso está em torno de 12 mil presos, mas a capacidade das unidades prisionais é de 6.669 vagas em 53 estabelecimentos. A partir do Tolerância Zero, o Governo prevê, ainda, criar pelo menos mais três mil vagas para reeducandos nos presídios estaduais até o final dessa gestão, em 2023.

Mauro Mendes ainda deve detalhar como será feita a abertura da ala de segurança máxima na PCE, que conta com 2.400 reeducandos.

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Maurilio Flores Gimenez
    25 Fev 2020 às 22:19

    Se faz necessário modificar a maneira de manter os reeducandos trancados em celas sem colchonete sequer, presos que não recebem visita ficam expostos ao sol e chuva em uma quadra até o final da visitação. Isso no presídio Páscoal Ramos em Cuiabá. Se são reeducandos alguém está enganado quanto a cuidar de seres humanos. Troca _ se o diretor mas não se muda as atitudes.

  • MR3 COMERCIO (pedra 90)
    25 Fev 2020 às 20:53

    10zzzzzzzzzzzz pra essa turma GIR ponhou ORDEM neste PCE parabéns 10zzzzzzz ESSE CHEFE DE EQUIPE É O CARA> Chegou GIR detento TREMEU quietou calou PCC, CV kkkk TÃO VALANDO VIA correio ou TELEGRAMA kkkkkkkkkk ACABOU CELULARZINHOOOO kkkkkkkkkkkk MUITO BOM POVO DO GIRRRRRRRRRR

  • Stive
    25 Fev 2020 às 16:37

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Aderbal Siqueira
    25 Fev 2020 às 16:37

    Investir na polícia e penitenciárias é bom. Melhor ainda é investir em educação.

  • Sensato
    25 Fev 2020 às 13:13

    Vejo alguns pedindo MELHOR SOLDO ( valorização salarial) no SISPEN MT. Como andam o intelecto: dominam a LEP, são pós- graduados em Segurança pública, estão em constante treinamento físico? Deem exemplos....fica a dica! O governador ja deu a entender isso.

  • Eder
    25 Fev 2020 às 10:49

    Oque adianta inaugurar celas de segurança máxima, se não tem Policiais Penais para trabalhar,maioria das Cadeias ,CDPS,e Penitenciária, recebem apoio de outras Unidades Prisionais.Como pode um Governo pagar a um Polícial 4 mil para cuidar de presos que tem mais de 30 anos fechado para puxar, ou seja o Policial Penal vai se aposentar recebendo ameaças deles a vida toda e recenbo esta mixaria de dinheiro, enquanto um PM, que so prende o cara é joga lá, ou PC que passa anos investigando e prende e joga o preso la ,ganha o salário ótimo. Não aqui querendo desmerecer o trabalhos das demais forças de segurança mais deveria dar mais valor ao Policial Penal senhor Governador

  • CIDADÃO INDIGNADO
    25 Fev 2020 às 10:02

    Governador é muito inocente!!!! Vai concentrar presos de alta periculosidade junto de demais presos!!!! É como colocar os comandantes junto da tropa!!!! O que será que acontece quando a tropa se junta a seus comandos!!!! Santa Inocência!!!!

  • Rodrigo Sebalhos
    25 Fev 2020 às 09:10

    Muito bom, agora vamos valorizar os profissionais do sistema penitenciário, que há algum tempo não estão sendo valorizados.

Sitevip Internet