Olhar Direto

Notícias / Política MT

Galvan está filiado ao PRTB e vai lançar chapa ao Senado com agente da PF, garante presidente da sigla em MT

Da Redação - Érika Oliveira

26 Fev 2020 - 16:14

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Galvan está filiado ao PRTB e vai lançar chapa ao Senado com agente da PF, garante presidente da sigla em MT
Pivô de uma disputa interna no PDT de Mato Grosso, o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan, sequer estava filiado à sigla. É o que garante o presidente do PRTB no Estado, Samuel Lemes, que anunciou, ainda, o lançamento da candidatura de Galvan ao Senado pelo partido, numa chapa que traz como suplente o agente da Polícia Federal Rafael Ranalli.

Leia mais:
Menosprezado pelo PDT, Antonio Galvan costura filiação ao Aliança pelo Brasil

“Nós vamos definir isso nesse final de semana, as candidaturas ao Senado e para as prefeituras também. O Rafael Ranalli vai assumir a Executiva na Capital e ele será, já está decidido, o segundo suplente da nossa chapa ao Senado, que terá como candidato o Antonio Galvan. A outra suplência deve ser um empresário de Cuiabá, que iremos decidir nessa reunião. Deve ser um empresário da área da saúde ou do ensino, estamos avaliando”, afirmou Samuel Lemes, ao Olhar Direto.

Na semana passada, sem entrar em detalhes, Galvan disse que o PDT não fazia mais parte de sua vida. Sob rumores de que estaria negociando filiação ao Aliança pelo Brasil, partido que deve ser criado pelo presidente da República Jair Bolsonaro, o produtor rural limitou-se a dizer que em breve traria novidades.

Questionado sobre a situação jurídica de Galvan junto à Justiça Eleitoral, uma vez que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso fixou prazo mínimo de seis meses de filiação para quem deseja disputar a suplementar de abril, Lemes revelou que o presidente da Aprosoja, na verdade, estaria filiado ao PRTB desde fevereiro do ano passado.

“O Galvan está filiado ao PRTB desde o ano passado, quando o general Mourão esteve em Sinop. A ficha foi assinada naquele dia, pelo próprio general. Não existiu disputa com o Pivetta, o que ele queria era unir a classe produtora em torno de um nome, porque na eleição passada haviam vários produtores [candidatos] e acabou não elegendo nenhum”, garantiu.

Em consulta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no entanto, a reportagem verificou que Galvan ainda faz parte dos quadros do PDT. Sua indisposição com a sigla, vale lembrar, se deu em função de o partido ter optado pela candidatura do vice-governador Otaviano Pivetta ao Senado. Olhar Direto tentou contato com Galvan, mas até o fechamento desta reportagem não obteve retorno.
 

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Júlio
    28 Fev 2020 às 11:52

    Tem meu voto se pagar o que me deve

  • Maria
    27 Fev 2020 às 08:12

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Cuiabano
    26 Fev 2020 às 20:03

    Como disse Romário certa feita se referindo a alguns comentários de Pele: De boca fechada e um Filósofo ! Galvan é um Filósofo sem abrir a boca . Não faz 300 votos !

  • joao marcos
    26 Fev 2020 às 18:40

    TEM MEU VOTO NA VERDADE DEVERIA SER O CONTRÁRIO O RAFAEL RANALLI SER O CANDIDATO A SENADO E O GALVAN SER O SUPLENTE TERIA MAIS ACEITAÇÃO AQUI EM LUCAS VÃO TER VOTOS PORQUE O PIVETTE ESTÁ SAPECADO KKKKKK

  • Paulo Barth
    26 Fev 2020 às 17:49

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....isso não é nem elemento, nem surpresa... kkkkkkkkkkkkkk

  • rocha
    26 Fev 2020 às 16:51

    Vai ser comédia pastelãoo !!!

Sitevip Internet