Olhar Direto

Sábado, 16 de outubro de 2021

Notícias | Cidades

ORIENTAÇÃO

TCE compartilha iniciativas positivas dos municípios para capacitar outras gestões

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

TCE compartilha iniciativas positivas dos municípios para capacitar outras gestões
O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) irá compartilhar iniciativas pioneiras e positivas dos municípios para aprimorar outras gestões e melhorar a prestação dos serviços para a população. De acordo com o presidente do TCE-MT, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, o foco dos próximos dois anos não é de apenas julgar contas, mas também de atuar fortemente na orientação e prevenção junto à sociedade.

Leia mais:
Câmara Municipal abre seletivo com salários que chegam a R$ 1,5 mil

"Precisamos mostrar as iniciativas pioneiras que tiveram êxito em um município para repercutir nas outras cidades. Queremos divulgar as boas iniciativas", comentou Maluf.
Em reunião com o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, na semana passada, Maluf recebeu detalhes sobre o andamento de dois projetos na cidade: o trabalho com reeducandos que atuam em obras nas escolas, postos de saúde, horto florestal e áreas verdes; além da gestão de controle de frotas que subiu da 39º para a 1º posição no ranking da Corte de Contas.

"Desde 2017, estamos reformulando a oficina da Prefeitura de Sorriso, que hoje tem o padrão de uma concessionária. Levantamos as demandas apontadas pelo controlador do TCE-MT e lançamos metas de trabalho para os servidores. Mudamos toda a estrutura, organizamos, implantamos o banheiro e agora o vestiário, construímos rampa e fizemos varias ações. A auto-estima dos servidores e o ambiente foi melhorando. A segurança no trabalho se torna uma verdade e, principalmente, o controle porque não tem como perder nada quando tem organização", comentou o prefeito.

Segundo Ari Lafin, a equipe técnica do TCE-MT foi fundamental para essa reestruturação da oficina do município. "A organização traz economicidade. A controladoria e os métodos passados pelo TCE-MT, fizeram com que a gente se movimentasse e mudasse toda a realidade. Quando a gestão aplica as orientações, o resultado aparece de forma verdadeira e positiva", afirmou.

Sobre o trabalho com reeducandos, Lafin explicou que a Prefeitura de Sorriso possui parceria com o fórum, onde é cedida a mão de obra dos reeducandos em mutirões. Para três dias trabalhados, um dia de pena é reduzido. "Reformamos escolas, postos de saúde, mantemos as áreas verdes, foi um ganho fantástico. Lançamos o programa Revitalização, de reformas das nossas unidades com a mão de obra dos reeducandos", explicou. 

Maluf avaliou que as duas iniciativas realizadas em Sorriso podem ser compartilhadas com outros municípios para implementação. "Um dos assuntos que já vamos abordar é de estimular os municípios a utilizar a mão de obra de reeducandos, pois tem uma ação social fantástica, além da capacitação e aumento de mão de obra para a prefeitura. No caso da oficina, têm cidades que estão terceirizando e essa experiência de Sorriso pode contribuir com outras gestões".
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet