Olhar Direto

Quarta-feira, 16 de junho de 2021

Notícias | Ciência & Saúde

coronavírus

Julio Muller mantém atendimentos eletivos, mas restringe visitantes e acompanhantes

Foto: Reprodução

Julio Muller mantém atendimentos eletivos, mas restringe visitantes e acompanhantes
O Hospital Universitário Julio Muller (HUJM) continua realizando atendimento ambulatorial eletivo em pacientes não emergenciais, mesmo com recomendação contrária da Associação Médica Brasileira (AMB), durante o surto de coronavírus em Mato Grosso. No entanto, a partir deste sábado, será alterado o protocolo em relação aos visitantes e acompanhantes.

Leia também:
Prefeito suspende fechamento de antigo pronto-socorro e unidade atenderá infectados pelo covid-19

De acordo com a assessoria, a mudança visa “garantir a segurança, saúde e integridade da comunidade hospitalar”. As mudanças foram publicadas na Portaria nº 144 da Superintendência do HUJM.

A partir de sábado (21), está proibida a entrada de gestantes, menores de 18 anos e de maiores de 60 anos, e pessoas com sintomas respiratórios e gripais, e canceladas as visitas de religiosos, avós e a pacientes internadas na Clínica Gineco-Obstétrica e no setor de Parto, Pós-Parto e Puerpério (PPP). Em ambos os setores, só será permitida a entrada de acompanhantes.

Os horários de visita, para apenas uma pessoa, sem rodízio, serão das 15h às 16h na Clínica Médica, das 20h às 21h na Clínica Cirúrgica e Pediátrica, e das 11h30 às 12h30 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto.

Na UTI neonatal e UCinco, o atendimento será das 15h às 16h, e restrita somente ao pai ou mãe. Somente as mães que estão amamentando terão acesso livre ao local.  A troca de acompanhantes deve acontecer no mesmo horário das visitas. Na Clínica Gineco-Obstétrica, e no setor de Parto, Pós-Parto e Puerpério (PPP), a troca ocorre das 20h às 21h

Por fim, a entrada de paceintes na portaria fica restrita a pacientes devidamente agendadas no Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários (AGHU), e gestantes para atendimentos obstétricos. Em ambos os casos, haverá direito a um acompanhante por paciente. Os profissionais de saúde do HUJM, docentes, estudantes e colaboradores deverão circular obrigatoriamente com o crachá de identificação.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet