Olhar Direto

Terça-feira, 26 de maio de 2020

Notícias / Política MT

Suplemento de R$ 124 mi a Judiciário e recusa em pagar RGA deixa servidores revoltados com Governo

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

27 Mar 2020 - 08:03

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Suplemento de R$ 124 mi a Judiciário e recusa em pagar RGA deixa servidores revoltados com Governo
Em plena crise da pandemia do novo coronavírus e a projeção de uma instabilidade financeira nos próximos meses, o governador Mauro Mendes (DEM), em edição extra do Diário Oficial que circulou nesta quarta-feira (25), suplementou por superávit, ou seja, por excesso de arrecadação, o valor de R$ 124 milhões para o Fundo de Apoio ao Judiciário e R$ 445 mil ao Fundo de Apoio ao Ministério Público.

Leia mais
Governo fala em queda na arrecadação e afirma que não vai pagar parcela da RGA


A medida irritou os servidores públicos, que nesta quinta-feira (26) receberam a notícia de que o Governo pode não pagar novamente a Revisão Geral Anual (RGA), devido aos problemas econômicos que o Estado deve passar com a proliferação do novo coronavírus.

Dos R$ 124 milhões para o Poder Judiciário, segundo a publicação, R$ 31,7 milhões serão usados somente para o pagamento de verbas indenizatórias aos servidores em 2020, fato que deixou os servidores do Poder Executivo ainda mais indignados com o governador.

“O Governo falar que não vai pagar RGA, mas suplementa por superávit financeiro o Poder Judiciário. Não ouvimos falar que o governador vai diminuir os incentivos fiscais, não ouvimos ele falar em reduzir ou suspender verba indenizatória de todos os poderes. Este pessoal está em casa e a verba indenizatória serve para custear despesas do cargo de magistrados, deputados, procuradores, promotores e conselheiros do TCE. Nada disso foi feito, mas agora falar que irá diminuir salários, não vai pagar RGA e fazer concessões de suplementação por superávit financeiro é complicado e revoltante”, disse líderes do Fórum Sindical ao Olhar Direto.

 O governador do Estado, em coletiva de imprensa realizada pela internet, disse nesta manhã que não terá como pagar o RGA aos servidores do Executivo por conta da projeção na queda das despesas nos meses de abril e maio, por conta do coronavírus.

"Como é que eu vou aumentar as despesas se haverá queda na receita. De onde virá o dinheiro? Adianta eu dar aumento e depois não pagar?" Questionou durante anúncio do decreto em que liberou shopping, banco e mercados para o funcionamento.
 
 

55 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Izabel da Silva Ricci
    17 Abr 2020 às 17:43

    Meu Deus! Não existe nenhuma autoridade que tenha poder e que queira colocar fim nestes desmandos? É desanimador viver num país assim! Os poderes se unem para acabar com quem realmente está na ponta: executivo! Este não ganha mais nem em associação de bairro!

  • Pagador de impostos
    29 Mar 2020 às 17:05

    Está na hora dos servidores unir forças e cobrar o executivo e legislativo.

  • Vida boa
    29 Mar 2020 às 03:26

    Está tudo uma maravilha. Nós queremos pelo menos 3 meses de quarentena Quero ver o povo doido, quem puder colaborar e ir trabalhar nos do judiciário ficamos super gratos

  • Dudu
    28 Mar 2020 às 12:53

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • JULIANO CAMPOS
    28 Mar 2020 às 12:02

    Vejo comentários dizendo que o servidor tem que olhar para crise que o país atravessa. Concordo com as ideias, iremos contribuir e tirar todos (cortar ) os benefícios conquistados pelo servidor público (dos 3 poderes). Inclusive adicional de férias, 13 salário, RGA, ETC..). POR OUTRO LADO IREMOS TAMBEM PEDIR PARA TODOS OS FUNCIONÁRIOS DA EMPRESA PRIVADA QUE DEIXEM TB DE RECEBER HORA EXTRA, 13° salário, férias, ETC.. Seria uma maneira de ajudar o patrão a passar por essa dificuldade que atravessamos. QUE ACHAM DA IDEIA. PENSEM. ESSA É UMA RESPOSTA PARA AQUELES QUE PENSAM QUE FUNCIONARIO PUBLICO É CHEIO DE MORDOMIAS. TODOS OS DIREITOS QUE O FUNCIONÁRIO PÚBLICO TEM, FOI COM GRANDE LUTA POR MUITO ANOS. Funcionário público também paga imposto de renda, ICMS, IPVA, IPTU, ETC....

  • Doralice
    28 Mar 2020 às 10:24

    Eu não sei por que, eu gosto de ser enganada. Mas quando as conta chegam eu olho o meu holerith e vejo a dos outros, eu choro e não consigo fechar os meus olhos.

  • Angela
    28 Mar 2020 às 09:47

    Eu falei não coloquem Mauro no governo não quiseram acreditar, ele não tem palavras de homem, só de empresário. Tai o resultado o governador só olha para a classe superior do estado, quem realmente trabalho só mostra o chicote e toma fumo!

  • Cristiane Mathias Folha Andrade
    28 Mar 2020 às 09:20

    Concordo com servidores, isso é um absurdo e inaceitavel.. e nem servidora eu sou..

  • Lemos
    28 Mar 2020 às 07:54

    PRA AQUELES QUE VOTARAM NELE PARA MUDANÇA... MUDOU MUITO MESMO, DE PESSIMO PARA PIOR ... AQUI SE FAZ ... AQUI SE PAGA ... VOTEM NELE DE NOVO PRA REELEIÇÃO

  • Fernando
    27 Mar 2020 às 23:50

    O Funcionário Público está preocupado somente com se umbigo, sempre estão reclamando, mas não pedem demissão, não soltam o osso. Quero ver se o salário atrasar alguns dias o terror que vão tocar neste país. Estão com salários em dias e apesar do atual momento, sempre vão reclamar.

Sitevip Internet