Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de maio de 2020

Notícias / Política MT

Estrutura que abrigará infectados pelo coronavírus em MT é a mesma utilizada em hospitais da China

Da Redação - Max Aguiar

28 Mar 2020 - 11:00

Foto: Secom MT

Estrutura que abrigará infectados pelo coronavírus em MT é a mesma utilizada em hospitais da China
O governador Mauro Mendes (DEM) e o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, estiveram na manhã deste sábado (28) no canteiro de obras da nova parte  do Hospital Metropolitano, que está sendo construída para tratar, inicialmente, de pacientes infectados pelo coronavírus. 

Leia mais:
Bombeiros realizam desinfecção biológica no Aeroporto Marechal Rondon

O modelo do projeto prevê a montagem das paredes com painéis isotérmicos, o mesmo utilizado nos hospitais da China, uma estrutura eficiente de fácil montagem e que otimiza o tempo de obra. O valor do investimento é estimado em R$ 2,5 milhões.  A compra dos materiais será realizada diretamente com a fábrica, reduzindo assim o custo. 

Mendes garantiu que as obras estão sendo tocadas 24h por dia e em menos de três semanas a construção estará pronta. Atualmente, o espaço possui 60 leitos e o governador intensifica a mensagem de que essa estrutura jamais será desmanchada. Após o controle da pandemia, a unidade de saúde continuará a receber pacientes com outras patologias de todos os cantos de Mato Grosso. 

"Tem muita gente trabalhando aqui. Vamos trabalhar hoje, a noite, amanhã. Vamos trabalhar direto para que possamos em breve entregar os 200 leitos definitivos. É importante dizer para a população que não estamos construindo uma tenda. Estamos fazendo instalações definitivas. No máximo em três semanas vamos entregar à população. Vale dizer que esse espaço será dedicado exclusivamente para pacientes com em casos graves que vão demandar internação", disse o governador. 

O secretário Gilberto Figueiredo também falou sobre a construção do espaço no Hospital Metropolitano e garantiu obras também em outras cidades de Mato Grosso para tratar pacientes que vieram a ter o novo coronavírus. 

"Assim como aqui no Metropolitano, estamos com obras em Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta, Cáceres, Sorriso e Colider. Todos empenhados para garantir aos pacientes um tratamento de qualidade para enfrentar esse desafio que é a pandemia do coronavírus", declarou. 

Por último, Mendes confirmou que está sendo muito difícil comprar equipamentos de ventilação mecânica para tratar do novo coronavírus. Porém, alguns membros do Governo do Estado estão na China e em outros países da Ásia, em busca de compra diretamente na fábrica, para agilizar entrega em Mato Grosso. "Precisamos acelerar e nos preparar para tratar dessa pandemia", disse o governador. 

 

20 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Dudu
    30 Mar 2020 às 09:27

    A Sandra tá com fome de alfafa

  • Antonio César
    28 Mar 2020 às 23:59

    Como de costume aqui em MT, "se" ficar pronto será para próxima Pandemia. Igual na copa do mundo.

  • Cesinha
    28 Mar 2020 às 23:38

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkk... Obra!? Quer aparecer??? Arena pantanal serve para isso governador!! Escolas como presidente Médici e nilo Povas pode ser usado para isso!

  • Irineu Toillier
    28 Mar 2020 às 23:19

    Toda estrutura em metal, Bimetal, e galvanizada, cara. O que for possível vai ser em inox, Bimetal. O restante é descartável.. Olhem os equipamentos das Upas. Em dois anos a ferrugem acaba com eles. Estes os políticos do Novo, e que não conseguem fazer Nada sem acusar o PT de alguma coisa. Depois de Dilma o SUS não comprou mais nenhum equipamento novo em nenhum lugar do País. Com tanto prédio novo ou antigo, sem ocupação ou função nenhuma, construir mais um espaço para depois os ratos ocupa_lo, só para os gatinhos de sempre faturar agora. Dêem uma olhada nos elefantes brancos da Fatec, construídos com dinheiro do INSS, totalmente ociosos, sem alunos, sem matrículas, sem procura. A mesma turminha do MM.

  • Moises
    28 Mar 2020 às 22:27

    Uai, a Arena não é multi uso ..??? então...... oh, povo que inventa gasto desnecessário

  • Eduardo
    28 Mar 2020 às 18:58

    Pq ainda não começaram a se entender com Cuiabá?

  • Jose
    28 Mar 2020 às 18:55

    Sandra cade seu Lula... deve estar ibernando em uma jaula..ele e do grupo de risco 100% para pegar o corona.E bebado,Fuma,Diabético e Hipertenso.A lembrei praga não pega outra praga..

  • José Santana Rosa
    28 Mar 2020 às 17:54

    Isso é uma piada !!!! A fome ,.dengue , tuberculose , mata 20 vezes mais , o ano todo , essa obra será mais um elefante branco

  • DELCIO JANKE
    28 Mar 2020 às 17:39

    População mundial. 7.773.200.000 Morrem/Dia. 159.800 Nascem/Dia. 380.717 Crescimento Populacional DIA/ 220.880 Mortes por doenças transmissíveis/Dia 35.270 Mortes p câncer/Dia 22.320 Mortes por fumo/Dia. 13.570 Mortes por álcool/Dia 6.797 Mortes por HIV /Dia 4.568 Mortes por Acidente Trânsito/Dia. 3.668 Mortes por suicídio/Dia. 2.914 Mortes por Malária/Dia 2.665 Mortes por CORONAVÍRUS/Dia,considerando todas as mortes em 2 meses: 283 21,3% dos Italianos tem mais de 65 anos 8,06% dos brasileiros tem mais de 65 anos No Brasil morrem todos os dias 4.083 No Brasil NASCEM todos os dias 8.054 Fonte: INDEXMUNDI/ WOLDMETERS Ter as informações é importantíssimo para entendermos a realidade! Estamos em uma histeria coletiva e pagaremos um preço altíssimo por isso. A Economia é VIDA Quebradeira geral é MORTE Estejamos cientes de que a população fora de risco PODE E DEVE TRABALHAR, para ter como apoiar os que não podem e cuidar de si mesmo. O País precisa acordar para a realidade, caso contrario o choro pós vírus será muitíssimo maior

  • Cuiabano
    28 Mar 2020 às 14:28

    Governador copia também a forma de atendimento em Israel...lá os médicos não tem contato físico com os doentes! O Sr. Sabe da vulnerabilidade dos profissionais de saúde....Não salva um matando outros!

Sitevip Internet