Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de maio de 2020

Notícias / Cidades

Secretaria recebe mais de mil denúncias de estabelecimentos não essenciais abertos em Cuiabá

Da Redação – Fabiana Mendes

01 Abr 2020 - 18:06

Foto: Reprodução

Secretaria recebe mais de mil denúncias de estabelecimentos não essenciais abertos em Cuiabá
A Secretaria Municipal de Ordem Pública registrou 1.036 denúncias sobre estabelecimentos que estariam funcionando em Cuiabá mesmo com o decreto Municipal que proíbe a atividade de serviços não assenciais. Os dados foram colhidos entre o dia 23 de março e quarta-feira (1). O  decreto nº 7.850 lista estabelecimentos e atividades com autorização para continuar em funcionamento. 

Leia mais:
Município do interior confirma primeiro caso de coronavírus e mantém 30 sob suspeitas

Desde o primeiro decreto adotado pelo município com as medidas temporárias e emergenciais de prevenção do contágio pelo coronavírus, a Pasta disponibilizou um canal de denúncias para a população ajudar as equipes de fiscalização a constatarem se bares, distribuidoras, conveniências e assemelhados estavam abertos, com aglomeração de pessoas em desrespeito ao disposto nos decretos municipais.

“Nos dois primeiros dias da publicação do decreto registramos muitas ocorrências devido à falta de conhecimento das normativas. Nos dias seguintes, com as outras medidas tomadas pelo prefeito Emanuel Pinheiro, notamos uma redução considerável por força da conscientização de necessidade das medidas de isolamento social”, explicou o secretário municipal de Ordem Pública, Leovaldo Sales.

Durante as operações, é realizado o trabalho de orientação aos proprietários destes estabelecimentos a evitarem que os clientes façam o consumo no local, respeitem a distância mínima entre um cliente e outro, na fila, a controlem o número de clientes que entram no estabelecimento, ou, até mesmo, a colocar obstáculos físicos para evitar que o cliente adentre o comércio e, principalmente, e pratiquem o método de entrega das mercadorias na residência do cliente (modalidade delivery). 

Denúncias

Caso veja algum estabelecimento que não está autorizado a abrir funcionando, o cidadão pode fazer uma denúncia. Neste caso, o Disque-denúncia está recebendo as manifestações em horário comercial. A denúncia recebida pode ser anônima ou identificada. Após o recebimento, a Gerência de Fiscalização acionará a equipe mais próxima para vistoria e demais procedimentos.  O telefone do disque-denúncia é o (65) 3616-9614.

Decisão 

No último domingo (29), o desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Orlando de Almeida Perri decidiu em favor o município de Cuiabá sobre a continuação do período de isolamento social na capital e fechamento do comércio, excetuando-se serviços emergenciais, seguindo Decreto Municipal 7.849 de 20 de março de 2020.

A decisão foi tomada depois de mandado de segurança, com pedido liminar, impetrado pela Procuradoria Geral do Município contra Decreto Estadual 425/2020, publicado pelo Governo do Estado de Mato Grosso no dia 26 de março que autorizava a volta do funcionamento do comércio em Cuiabá.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • eita
    02 Abr 2020 às 11:23

    Esse povo que ta achando ruim, sai de casa, não cumpre com as recomendações e peguem a doença e sejam felizes. É issi que vcs querem? No equador menor que o Br ja tem corpo espalhado na rua. É isso que vcs querem?

  • João Edson Fanaia
    02 Abr 2020 às 10:16

    Essencial é o estômago (vazio).

  • Mulher ma
    02 Abr 2020 às 08:34

    E que não tem condições de imprimir os boletos?! Como fica ? Bando de sem noção Não são todos que tem computador e impressora em casa. Porque não abrem as papelarias e lugares de impressão e cópias. Podem ter certeza Não voto nesse perfeitinho nem matando.

  • Observador
    01 Abr 2020 às 20:31

    Pelo jeito o povo que apoia o isolamento social está adorando o novo estilo de vida comunista: comércio fechado, toque de recolher, comida racionada, imprensa aparelhada, desemprego, caos social, miséria e fome.

  • arabe
    01 Abr 2020 às 18:38

    quem tem salario garantido ta nem ai com quem nao tem ,mas um dia a vida mostra

Sitevip Internet