Olhar Direto

Sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Notícias / Educação

Prefeitura pesquisa acesso à educação à distância e estuda implantar aulas pela televisão

Da Redação - Isabela Mercuri

06 Abr 2020 - 16:16

Foto: Reprodução

Prefeitura pesquisa acesso à educação à distância e estuda implantar aulas pela televisão
Desde o início da suspensão das aulas, as escolas municipais, por meio da Secretaria Municipal de Educação, estão enviando atividades por meios digitais para que os alunos estudem em casa. Agora, a Prefeitura realiza uma pesquisa para entender como é o acesso dos cuiabanos aos diversos meios de comunicação e, assim, melhorar o sistema. Uma das ideias é implantar aulas pela televisão aberta, em horários pré-determinados.

Leia também:
Estudantes de medicina e outros cursos poderão se formar antes do tempo para atuar contra o coronavírus

O objetivo das pesquisas, de acordo com a assessoria, é desenvolver uma metodologia inclusiva e com um padrão de qualidade que garanta o direito à aprendizagem e ao desenvolvimento dos alunos matriculados nas unidades educacionais.

A primeira pesquisa começou nesta segunda-feira (6) e vai até quinta-feira (9). “Essa pesquisa é direcionada aos pais ou responsáveis pelos 52.000 alunos do Ensino Fundamental, e tem o objetivo de diagnosticar a situação das famílias, e dos estudantes, em relação ao acesso à internet e equipamentos necessários para aulas na modalidade à distância. Além disso, queremos identificar como as famílias avaliaram o trabalho da escola nesse primeiro período de isolamento social, de 23 de março a 05 de abril. Nossa ideia é buscar sugestões sobre qual a melhor forma para que o estudante tenha acesso e participe das atividades em EAD”, destacou o secretário de educação, Alex Vieira Passos.

A pesquisa é diagnóstica considera questões como a identificação do acesso que as famílias possuem à internet em casa, por meio de celular, notebook, computadores ou tablet, o acesso à televisão e aos canais de televisão, além de identificar a opinião das famílias sobre como a escola está trabalhando com o estudante no período de isolamento.

A segunda pesquisa acontece de 07 a 09 de abril  e será voltada aos cerca de mil estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA), visando o mesmo objetivo. “A secretaria de Educação quer obter sugestões para desenvolver as atividades pedagógicas dos componentes do currículo escolar com aulas em casa, programadas e veiculadas pelos diversos meios de comunicação, físicos ou digitais, respeitando as condições de acesso do estudante. Por isso é fundamental envolver os familiares, além dos alunos,  para sabermos qual a melhor forma de acesso as atividades em EAD, com mais  facilidade e qualidade”, comentou a diretora geral de Gestão Escolar, Mabel Strobel Moreira da Silva.

A Secretaria de Educação lançou também um conjunto de orientações destinadas as equipes gestoras e professores das unidades educacionais da rede pública municipal de ensino, visando o desenvolvimento de atividades EAD. Essas orientações foram reunidas no Programa @Portal da Escola Cuiabana, que traz também sugestões de procedimentos, estratégias e processos que devem ser realizados.

Atendendo à determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, Cuiabá vai, agora, ampliar o acesso dos alunos às atividades. “Por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro e para que possamos garantir o acesso às atividades e que estas sejam de qualidade, vamos avançar. Em breve estaremos disponibilizando aulas dos diversos conteúdos, por meio da TV aberta, em horários pré-determinados. Daí a importância dos pais que receberam o link participem da pesquisa, respondendo as perguntas”, disse o secretário de Educação, Alex Vieira Passos.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Gil
    07 Abr 2020 às 06:41

    Querida Mariah Sena estou em choque com a sua opinião, os nossos alunos precisam sim de aulas presenciais , não aulas essas aliadas pela televisão, precisa sim de nossas(os) merendeiras(os) que preparam refeições deliciosas aos nossos filhos, precisam sim das escolas e que cresçam com apoio dos seus responsáveis , não sãos os professores que tenham que dizer como se comportarem dentro do transporte coletivo e sim os seus responsáveis .Demitirem professores certo? A senhora nunca precisou de um. Foi um professor que ti ensinou o beaba , o mesmo que a ensinou a ler e a escrever. Ou a senhora aprendeu a ler e a escrever como?

  • Mariah Senna
    06 Abr 2020 às 19:39

    Concordo. Menos gastos pois se demitem professor, merendeira. Menos alunos revoltadinhos. Menos congestionamentos ,parasitas mirins nos ônibus sem pagar.

Sitevip Internet