Olhar Direto

Terça-feira, 24 de novembro de 2020

Notícias / Política MT

“Foram tomadas decisões que fogem à racionalidade”, diz governador sobre restrições

Da Redação - Isabela Mercuri

07 Abr 2020 - 08:01

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

“Foram tomadas decisões que fogem à racionalidade”, diz governador sobre restrições
Apesar de afirmar que quem tem o poder de determinar as restrições frente à pademia do novo coronavírus (covid-19) são os municípios, o governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que “foram tomadas decisões que fogem à racionalidade, que fogem à lógica técnica”. Para ele, as medidas aconteceram cedo demais, e na medida em que os casos de coronavírus aumentarem, terão que continuar.

Leia também:
Ministério vai reduzir isolamento em estados com 50% de leitos disponíveis
 
Mauro foi entrevistado na rádio Jovem Pam na manhã desta terça-feira (7), e foi questionado sobre a nova medida do Ministério da Saúde, que pretende diminuir o isolamento em estados e cidades que têm 50% dos leitos disponíveis. No entanto, afirmou que o governo só faz orientações, e que a decisão será de cada prefeito.
 
“A gente não quer entrar essa celeuma, e o governo deu as diretrizes. Mas não é muito lógico você dar o mesmo tratamento de uma cidade com São Paulo para cidades de Mato Grosso ou até Cuiabá e Várzea Grande”, afirmou.
 
Para Mauro, “fechar tudo” enquanto há poucos casos é um erro, pois os casos aumentariam de qualquer forma e, mais para frente, seria necessário parar novamente, trazendo ainda mais problemas econômicos para o estado. O exemplo foi dado em relação a Cuiabá que, segundo Mauro, agora é que tem um alto número de casos em que faz sentido aumentar as restrições.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet