Olhar Direto

Segunda-feira, 19 de abril de 2021

Notícias / Cidades

área da saúde

UFMT libera 45 estudantes para formatura antecipada, mas alguns cursos permanecem contrários

Da Redação - Isabela Mercuri

24 Abr 2020 - 14:24

Foto: Reprodução

UFMT libera 45 estudantes para formatura antecipada, mas alguns cursos permanecem contrários
Quarenta e cinco alunos dos cursos de medicina do campus Cuiabá e enfermagem dos campi Araguaia e Rondonópolis foram liberados pelos colegiados para a formatura antecipada. O objetivo é que eles trabalhem no combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Leia também:
Em enfrentamento à pandemia, UFMT suspende calendário acadêmico
 
Por outro lado, outros seis cursos seguem contrários, e afirmaram que os estudantes – mesmo os do último período – ainda não se enquadram nas exigências da Portaria 383, de 9 de abril de 2020, do Ministério da Educação (MEC). São eles: Medicina (Sinop e Rondonópolis), Farmácia (Sinop e Araguaia) e Enfermagem (Cuiabá e Sinop).
 
A Universidade deu autonomia para que os colegiados de curso decidissem sobre as formaturas antecipadas. Agora, o processo segue para a Coordenação de Administração Escolar (CAE), que deve oficializar a colação de grau desses estudantes.
 
Conforme medida adotada pela reitoria, a outorga de grau será feita via Sistema Eletrônico de Informação (SEI). Segundo a professora Lisiane Pereira de Jesus, pró-reitora de Ensino de Graduação, as decisões foram tomadas considerando as especificidades de cada turma e as condições estabelecidas pela portaria, com o objetivo de garantir a manutenção da qualidade dos formandos da UFMT. "Apesar da emergência, a UFMT não pode perder de vista seu compromisso com a formação de profissionais de ponta para o país", disse.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet