Olhar Direto

Sexta-feira, 03 de julho de 2020

Notícias / Política MT

De saída do PSL, Silvio Fávero ressalta apoio a Bolsonaro e comenta relação entre Poderes no Brasil

Da Redação - Max Aguiar

31 Mai 2020 - 07:59

Foto: Rogério Florentino - Olhar Direto

De saída do PSL, Silvio Fávero ressalta apoio a Bolsonaro e comenta relação entre Poderes no Brasil
O deputado estadual Silvio Fávero (PSL), bolsonarista de carteirinha, disse que também irá seguir o caminho feito pelo presidente da República e já protocolou sua saída do partido de direita. 

Leia mais:
Governo viabiliza R$ 340 milhões para habitações populares; veja cidades contempladas

Segundo Fávero, após a saída de Bolsonaro as regras do partido mudaram e isso fez com que ele também protocolasse seu pedido para saída da sigla. "Quando entramos no partido, trabalhamos com as três ideologias: Deus, família e pátria. Mas, depois que saiu o Bolsonaro, teve muitas divergências. Os conflitos começaram e eu sou leal ao presidente da República. Por isso vou sair. Já requeri minha saída por não compactuar com a militância do partido", disse o deputado.

Fávero diz que o programa partidário teria mudado pelo fato de o presidente da República ter rompido com o PSL e se desfiliado. O PSL estaria fazendo oposição ao Governo Federal, o que não estava previsto anteriormente. O deputado vem divulgando amplamente que pretendia se filiar ao Aliança pelo Brasil, projeto de partido liderado por Bolsonaro que ainda não obteve assinaturas suficientes para se tonar realidade.

Fávero ainda criticou os novos filiados do PSL. "Não é questão estadual. Os deputados que vieram pro PSL não foram eleitos pelo PSL. Agora, cada um escolhe a maneira de agir. Eu sou Bolsonaro e não nego. A falha maior está vindo da nacional", criticou. 

Por último, o deputado também citou o momento que o país passa, onde segundo ele, o presidente não tem mais comando do país. "Nunca vimos no Brasil o que acontece nesse momento. Um presidente que não tem poder. Um governador que manda mais que presidente. Um prefeito que manda mais que o presidente. O Supremo mandar mais que o presidente. Em qualquer país existe respeito de poderes e nao está acontecendo isso no Brasil", concluiu.   

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • MARIA TAQUARA
    01 Jun 2020 às 09:51

    Vim na pressa achando que era o senador galã!

  • Apolo
    01 Jun 2020 às 09:37

    Esse é mais um do mesmo

  • Peralta
    31 Mai 2020 às 15:18

    Ainda bem que o prazo de validade dele é curto.

  • LAZARO DE JESUS
    31 Mai 2020 às 12:56

    É isso deputado, continue com Bolsonaro e na próxima eleição vc será derrotado vexatoriamente assim como o seu presidente maluco. Bolsonaro é um demente alucinado, assim como os seus apoiadores.

  • benedito da Silva
    31 Mai 2020 às 10:41

    Mais um puxa saco que entra para o gado, para apoiar um governo formado por milicianos.

  • Fe
    31 Mai 2020 às 10:04

    Conversa.. nunca foi Bolsonaro, só fica atrás para ganhar voto!!

  • Felipe
    31 Mai 2020 às 10:04

    Conversa.. nunca foi Bolsonaro, só fica atrás para ganhar voto!!

  • Lindaura de Souza
    31 Mai 2020 às 09:14

    Esse senhor é uma vergonha no parlamento estadual. Sem preparo algum. Um Kamy case

  • Jango
    31 Mai 2020 às 08:56

    Entendo a sua lealdade ao presidente senhor deputado, mas o desgoverno do presidente é consequência da posição dele mesmo perante a pandemia outra se o senhor em cara isso como uma falta de submissão as hierarquias, a decepção do senhor ainda vai ser maior porque o mesmo já está fazendo aliança com os mesmo que sempre foram e será aliado ao poder do momento, enfim reflita...

Sitevip Internet