Olhar Direto

Segunda-feira, 06 de julho de 2020

Notícias / Cidades

Secretário afirma que não houve demanda oficial para internação em leito Covid nos casos de Várzea Grande

Da Redação - Isabela Mercuri

02 Jun 2020 - 09:18

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Secretário afirma que não houve demanda oficial para internação em leito Covid nos casos de Várzea Grande
O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirmou que não houve demanda oficial por internação em leitos para Covid-19 no caso dos dois pacientes que vieram a óbito no município de Várzea Grande.  Segundo ele, no entanto, há uma tramitação burocrática para ir para um hospital de referência.

Leia também:
SES negou UTI a idosa de 81 anos vítima da Covid-19, afirma Várzea Grande
 
“Primeiro que a história não é bem assim, não houve a demanda oficial pra internação de leito Covid no município de Várzea Grande, infelizmente são dois pacientes que chegaram ao Pronto Socorro de Várzea Grande num estado muito grave, e logicamente que a tramitação burocrática pra ir para um hospital de referencia requer um diagnóstico”, afirmou, durante transmissão ao vivo na manhã desta terça-feira (2).
 
A Secretaria foi acusada pela administração de Várzea Grande a negar uma uma vaga de UTI para que uma idosa de 81 anos pudesse se tratar. Por meio de nota, o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus de Várzea Grande acusou a Central de Regulação do Estado, sob responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde, de ter recusado a paciente no início da semana, mesmo ela estando em estado considerado "gravíssimo" e avaliada com o sintomas da doença, por não ter exame da covid. 
 
Gilberto, no entanto, negou a denúncia. “Se todo paciente nesse momento, que for de Síndrome Respiratória Aguda Grave for se tratar em hospitais referência de Covid sem ser testado, vamos levar pacientes que não são Covid para os hospitais e vamos infectá-los lá”, explicou. “É nas UPAS que deveria ter um período em que o paciente será testado, não dá pra levar os pacientes pros hospitais de referência sem o resultado dos exames. É na unidade de porta aberta que o teste deve ser realizado e aí sim encaminhado para um hospital de referência”, afirmou.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet