Olhar Direto

Sexta-feira, 10 de julho de 2020

Notícias / Política MT

Governo pretende abrir crédito emergencial para setor do turismo afetado pela pandemia

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo / Do Local - Max Aguiar

02 Jun 2020 - 16:28

Foto: Rogério Florentino/OD

Governo e Assembleia planejam crédito para afetados pela pandemia

Governo e Assembleia planejam crédito para afetados pela pandemia

O governador Mauro Mendes (DEM) informou nesta terça-feira (2) que está desenvolvendo junto com a Assembleia Legislativa uma política de crédito para alguns setores que foram fortemente atingidos pela pandemia do novo coronavírus, como é o caso do turismo.

Leia também
Governo anuncia nova prorrogação para pagamento de IPVA


“Nós devemos anunciar ainda nesta semana uma política de crédito para algumas cadeias fortemente atingidas por esta paralização, como o setor de turismo. O Governo está sensível a isso e nós, na medida do possível, temos capacidade de ajudar e vamos continuar ajudando para minimizar o sofrimento e o impacto que eu sei que muitos em Mato Grosso estão sofrendo neste momento”, disse.

O setor de turismo no Estado, assim como no resto do país e no mundo é um dos que mais sofreram impactos financeiros com a Covid-19.

No mês de maio, o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) apresentou um projeto que institui uma renda mínima emergencial aos guias turísticos do Estado, que estão paralisados por conta da pandemia.

No Senado, o senador interino Carlos Fávaro (PSD) também cobrou apoio ao setor de turismo, bares, hotéis e restaurantes, neste momento de redução da atividade econômica.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • cuiabano
    02 Jun 2020 às 18:38

    e o iIPTU tem que reduzir os valores e prorrogar os vereadores devem ser cobrados pois já deveriam ter tomado providências sem renda impossível pagar

Sitevip Internet