Olhar Direto

Terça-feira, 14 de julho de 2020

Notícias / Cidades

História de mato-grossense que deu à luz sozinha sem saber que estava grávida viraliza na internet

Da Redação - Fabiana Mendes

02 Jun 2020 - 17:32

Foto: Reprodução / Instagram

História de mato-grossense que deu à luz sozinha sem saber que estava grávida viraliza na internet
A mato-grossense Ayme Almeida, de 20 anos, carregou um bebê por nove meses sem saber que estava grávida e deu à luz sozinha em um chuveiro. A história da jovem, que estudava em Cuiabá quando tudo aconteceu, viralizou nas redes sociais. Atualmente Pedro Lucas tem um ano e seis meses. 

Leia mais:
Confeiteira cuiabana cria ‘caixa junina’ para manter tradição mesmo em isolamento social

Segundo relato de Ayme, em 2018 se mudou de Cáceres ( 220 km de Cuiabá) para a Capital, onde fez curso pré-vestibular para medicina. Focada nos estudos e com uma alimentação ruim, ela começou a engordar. “Os meses foram passando e chegou uma época que eu comecei a passar mal, minha pressão vivia caindo. Eles disseram que por conta do estresse pré-vestibular”, afirma.

“Os meses foram passando, eu engordando, mas nada que parecesse uma gravidez", acrescenta ela, que chegou a ir ao médico uma segunda vez por conta dos pés inchados, mas não teve diagnóstico de gravidez.

Ayme estudou até o último dia do curso. Segundo ela, teve algumas dores, mas pensou ser cólica menstrual. Durante a noite, tomou um banho e observou um “alívio”. Uma amiga chegou a visita-la por conta das dores e depois retornou para casa.

A jovem seguiu novamente para o chuveiro e ali mesmo deu à luz. “Eu voltei para o chuveiro porque aquilo aliviada demais [as dores]. Depois a dor começou a ficar tão grande, eu só sentei no chão e não conseguia levantar. E cada vez que voltava, era com mais força. Teve uma hora que ela ficou tão intensa, que eu comecei a fazer força involuntariamente”, lembra.

“Eu só me dei conta do que estava acontecendo quando a cabeça do bebê começou a sair de dentro de mim. Dali em diante eu só me concentrei em não deixar ele sair de mim e cair no chão. Tudo aconteceu, foi super natural, eu o peguei nos braços. De primeira, ele não chorou, mas abriu os olhos”, relata.

Sozinha e com uma faca de cozinha, ela também cortou o cordão umbilical do filho. “Por incrível que pareça, a médica falou que foi incrível meu corte”. Com tutorial na internet, conseguiu tirar a placenta também.

Depois de limpar o apartamento que dividia com outra pessoa, ela ligou para uma amiga. Algumas horas depois, ela procurou ajuda em um hospital e a família foi informada da situação e deu apoio à jovem. Dois dias depois do parto, ela ainda fez a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).   

Ayme estuda enfermagem, mas afirma que irá continuar tentando medicina. No Instagram e no canal do Youtube ela compartilha um pouco dos momentos com o filho. 

Veja vídeo do relato da jovem: 

 

30 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Eliane Mota
    04 Jun 2020 às 13:13

    E vc não mestruava durante esses ,9 meses ?

  • Marcos
    04 Jun 2020 às 12:13

    Eu acredito completamente nessa história! Ela pode ter engravidado usando a mesma toalha de banho que um homem usou, sentado no vaso sanitário após um homem ter usado. Pode ter engravidado por beijar um homem na boca...várias formas de colocar um bebê na tenda do circo e esperar ele sair pela boca do palhaço.

  • Nilton
    03 Jun 2020 às 22:25

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Bruno
    03 Jun 2020 às 17:56

    A maioria aqui sabe de casos de mulheres que tem parto sem saber que estariam grávidas. Mas tem casos e casos. Uma menina, estudante para curso de medicina, toda ligada nas tecnologias, fazendo sexo aparentemente sem proteção, nao achar estranho nada que estivesse acontecendo com ela e não fazer um teste de gravidez sequer? Se fosse lá pelos lados do sertão onde nada chega até acreditaria. Mas aqui em cidade grande. Conta outra.

  • Mariselma
    03 Jun 2020 às 17:33

    Linda a sua estória

  • TsA
    03 Jun 2020 às 15:45

    Quanto será que ela pagou pra publicarem essa matéria?! Cada coisa...

  • TsA
    03 Jun 2020 às 15:39

    Esse bebê não chutava?! Tava menstruada com 9 meses de gestação?! Pra acabar!

  • ´Lorena
    03 Jun 2020 às 14:49

    Incrível! O instinto feminino falou mais forte sobre como proceder no parto, a proteção com o bebê, amamentar de imediato! Mulher forte e inteligente, parabéns. Ela ainda não fazia medicina, no vídeo explica que estava se preparando. Sobre não saber que estava grávida, apesar de raro, não é um caso isolado, aconteceu com várias garotas. Pessoas, abram suas mentes antes de criticar, é aquela coisa, se for pra falar "merda" melhor ficar com a boca fechada para não exalar a podidrão interna....reflitam sobre isso!

  • ndeidnek
    03 Jun 2020 às 14:46

    eu quero é q todo mundo ai q ta julgando a menina por nao perceber a gravidez assistisse o video que ela postou no instagram e tome no meio do c* de vcs, se vcs acham q gravidez é igual pra todas as mulheres estao é mt errados, cada corpo é um corpo, nao é pq sua mulher engordou 27kilos e ficou com a cara cheia de espinha q todas as mulheres vao ser assim, vao é tudo se fud* e cuida da vida de vcs, que o mundo ta pegando fogo ali na sua esquina, preto morrendo todo dia, esse merda de presidente fazendo porra nenhuma de certo e vcs preocupados com a vida dos outros

  • Marlene Dias de Souza
    03 Jun 2020 às 14:31

    Olha, sua história é um roteiro e tanto de um livro. Tão jovem e ao mesmo tempo serena, maturidade e coragem. Que seja sempre assim, determinada e persistente. Que Deus os abençoe.

Sitevip Internet