Olhar Direto

Notícias / Cidades

Jornalista da prefeitura fura quarentena e é flagrada em festa no Lago do Manso

Da Redação - Wesley Santiago

03 Jun 2020 - 08:16

Foto: Reprodução

Jornalista da prefeitura fura quarentena e é flagrada em festa no Lago do Manso
Uma jornalista da prefeitura de Cuiabá foi flagrada em uma festa particular no Lago do Manso. O caso foi denunciado pelo perfil @covidcuiaba no Instagram. Nas imagens é possível ver quatro mulheres em uma lancha, na região que pertence ao município de Chapada dos Guimarães (64 quilômetros de Cuiabá).

Leia mais:
Cuiabá é destaque negativo no país com festas clandestinas durante pandemia
 
“Denúncia de resenha no Manso, com participação de uma jornalista da Prefeitura de Cuiabá... Que exemplo de servidora, hein @cuiabaprefeitura”, relatou a postagem.
 
Nos comentários, diversas pessoas repudiaram a atitude em meio à pandemia do novo coronavírus. Porém, mesmo assim, alguns saíram em defesa da servidora e criticaram o perfil pela exposição.
 
Em curta nota, a prefeitura de Cuiabá, que tem destacado insistentemente a necessidade de isolamento social, lamentou “a desconsideração das medidas” e acrescentou que “todo esforço por parte da gestão é pela preservação da vida e da saúde das pessoas”.

No último domingo (31), reportagem do Fantástico, da Rede Globo, mostrou cuiabanos desrespeitando as regras de distanciamento social e isolamento na capital mato-grossense com festas clandestinas, que tem o potencial de auxiliar na disseminação do vírus na cidade.

Olhar Direto, durante sua cobertura diária da pandemia, já havia relatado diversas festas clandestinas que ocorrem em Cuiabá e região. No fim de maio, a Guarda Municipal, em conjunto com a Polícia Militar, fechou um evento com mais de duas mil pessoas. A situação também é a mesma em outras cidades do Estado.
 
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (02), 2.817 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso. Em Cuiabá, foram 829 pessoas que testaram positivo para a doença. Somente nas últimas 24 horas, foram mais 35 novas ocorrências.
 
Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão: Cuiabá (829), Várzea Grande (265), Rondonópolis (234), Primavera do Leste (130), Tangará da Serra (115), Confresa (99), Sorriso (87), Lucas do Rio Verde (80), Barra do Garças (77), Sinop (62), Rosário Oeste (44), Campo Verde (44), Jaciara (42), Pontes e Lacerda (40), Alta Floresta (37), Nova Mutum (35), Cáceres (34), Peixoto de Azevedo (29), Sapezal (26) e Querência (25).
 
Dos 2.817 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.755 estão em isolamento domiciliar e 799 estão recuperados. Há ainda 188 pacientes hospitalizados, sendo 86 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 102 em enfermaria.

A jornalista preferiu não se posicionar sobre o fato.

Atualizada às 10h38

39 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jagunço do Mato
    04 Jun 2020 às 13:33

    Larga mão de cuidar da vida dos outros! No insta tem um perfil beeeeeeeeeeem mais legal com diversão para todos, que é o que precisamos pra esses dias difíceis que estamos vivendo. É o @perrenguematogrosso

  • Jose
    04 Jun 2020 às 10:49

    Vocês estão preocupados com essa Jornalista, então vão para os pontos de ônibus, ai vc irão ver o que é aglomeração! Será q lá tá todo mundo imune? E as desinfecções nos ônibus, será q está sendo feitas?

  • Mr M
    04 Jun 2020 às 07:51

    Queria conferir os corpinhos ..

  • Jonathan M Serra IV
    04 Jun 2020 às 07:19

    Dr Olavo está certo. Doravante não pagarei IPTU. Meu imposto sustenta essa servidora da prefeitura que deveria estar de quarentena e não passeando no Manso. Não é férias. Não é feriado. É pânico de guerra

  • Eliane
    04 Jun 2020 às 01:43

    Ela não estava no município de Cuiabá, fora da jurisdição do Emanuel

  • Marcos
    03 Jun 2020 às 20:23

    Muita hipocrisia achar isso um absurdo só porque se trata de uma servidora da prefeitura. O grupo de pessoas na lancha não dá 5 por cento das festas e churrascos que estão rolando nos fins de semana aqui no Cuia.

  • Dr Olavo CPA II
    03 Jun 2020 às 15:26

    Enquanto essa jornalista ganha salário alto pago com nossos impostos para furar quarentena e passear no manso, eu me vingo não mais pagando IPTU. Sem nossos impostos, acabam se as tetas dos políticos.

  • Eita
    03 Jun 2020 às 14:52

    E dai seja morreram quase 80 pessoas no estado e 30000 no pais inteiro né. Ridiculos.

  • Oliveira
    03 Jun 2020 às 13:56

    Depois pega covid e vai tomar lugar de pessoas que não podem ficar em casa, se pegar vai curar na lancha no manso, bem sem noção e ainda tem a petulância de publicar, eita povo de cabeça pequena

  • JUSTO VERISSÍMO
    03 Jun 2020 às 13:45

    E dai fica em casa os otários.

Sitevip Internet