Olhar Direto

Segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

Presidente de autarquia é internado com suspeita de coronavírus

Da Redação - Wesley Santiago

03 Jun 2020 - 11:34

Foto: Reprodução

Presidente de autarquia é internado com suspeita de coronavírus
O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), Adriano Silva, foi internado no Hospital São Luiz, em Cáceres (220 quilômetros de Cuiabá), com suspeita de coronavírus. Ele, que é ex-reitor na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), começou a se sentir mal na segunda-feira (1º).

Leia mais:
Idosa de 83 anos é 76ª vítima do coronavírus em Mato Grosso

Em sua página no facebook, o presidente disse na segunda-feira que sentiu leve indisposição e, por precaução, foi procurar um médico. “Fizemos alguns exames e ele achou prudente me encaminhar ao hospital para ficar em observação”, explicou.
 
O presidente ainda informou que foi colhido material seu para que seja feito o teste do novo coronavírus. Tudo foi encaminhado ao Laboratório Central do Estado (Lacen). Além disto, ele deverá fazer um teste rápido.
 
Familiares que estavam em contato com o presidente foram orientados a ficar em isolamento social. Sua esposa também estaria com os mesmos sintomas, mas em casa.
 
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (02.06), 2.817 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso. Com a morte da idosa, já chega a 76 o número de óbitos no Estado.
 
Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão: Cuiabá (829), Várzea Grande (265), Rondonópolis (234), Primavera do Leste (130), Tangará da Serra (115), Confresa (99), Sorriso (87), Lucas do Rio Verde (80), Barra do Garças (77), Sinop (62), Rosário Oeste (44), Campo Verde (44), Jaciara (42), Pontes e Lacerda (40), Alta Floresta (37), Nova Mutum (35), Cáceres (34), Peixoto de Azevedo (29), Sapezal (26) e Querência (25).

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet