Olhar Direto

Sexta-feira, 07 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

Com recursos de multas, passarela da Rodoviária pode ser entregue até fim de junho

Da Redação - Wesley Santiago

04 Jun 2020 - 15:50

Foto: Luiz Alves

Com recursos de multas, passarela da Rodoviária pode ser entregue até fim de junho
“Financiada” com os recursos advindos das multas aplicativas em Cuiabá, a passarela da rodoviária, instalada na avenida Marechal Deodoro, na capital mato-grossense, poderá ser entregue até o fim de junho. A informação foi confirmada ao Olhar Direto pelo secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo.

Leia mais:
Problema em fundação atrasa construção de passarela na rodoviária; viaduto será alargado 

“O prazo para conclusão é julho, mas pelo andamento dos trabalhos, devemos entregar até o fim de junho. Não vai ser apenas a passarela, também fizemos alterações nos pontos de ônibus, que irão para dentro da rodoviária e também diminuímos o canteiro para que o local passe a contar com três pistas, facilitando o tráfego de veículos”, explicou o secretário ao Olhar Direto.
 
A intenção é melhorar o transito no local, que é visto como um dos principais gargalos da capital mato-grossense. Em horário de pico, a fila quilométrica se aproxima da avenida Getúlio Vargas.
 
“É muito importante ressaltar que esta obra está sendo feita com 100% de recursos da Semob. As pessoas perguntam para onde é que vão os recursos obtidos com as multas e está estampado na cara de todos. Isso vai melhorar demais o nosso transito. É uma demanda antiga, que está sendo entregue pela gestão de Emanuel Pinheiro”, comentou o secretário.
 
O secretário também lembrou que recursos de multas foram empregados no recapeamento do asfalto na avenida Fernando Corrêa da Costa, entre o pontilhão da MT-040 e a ponte do Coxipó.
 
A passarela irá contar com dois elevadores que vão proporcionar acessibilidade aos usuários, além de garantir maior segurança e ainda desafogar o trânsito na região, principalmente nos horários de pico.
 
A empresa Lotufo Engenharia foi a vencedora da licitação para prestação do serviço, que tem um valor estimado em R$ 2.517.823,12, e vai substituir o semáforo e a faixa de pedestres que era instalados neste ponto da via, evitando a formação de filas de veículos.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paolo
    05 Jun 2020 às 09:35

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • arruda
    05 Jun 2020 às 07:50

    só quero ver o povo respeitar, vai ficar igual na fernando correa atravessa a avenida se arriscando

  • Gumercindo do Dom Aquino
    05 Jun 2020 às 07:38

    Essa expressão está na cara foi muito infeliz. A sociedade merece respeito. Essas obras de mobilidade urbana não são nenhum favor. Isso é obrigação da prefeitura ou estou enganado ???

  • Arnaldo Leite Albuquerque
    04 Jun 2020 às 22:27

    Como é triste viver neste país nada é feito para beneficiar os mais fracos, será que perguntaram para um cadeirante, para um idoso, uma com qualquer necessidade de se locomover o que ele dessas tal passarela, além do aumento da distancia ainda há uma inclinação, Não seria mais fáscio fazer um túnel por onde o pedestre pudesse transitar.

  • Jeves Bejame
    04 Jun 2020 às 21:38

    Nossa! Já! Mas que rápido, heim?

  • Toniel
    04 Jun 2020 às 20:29

    Necessária e premente sua utilização, será que aconteçeu um incremento de multas nessa pandemia, tomara agora quero ver de quem é o filho, as pistas da trincheira Jurumirim, digo isso porque já ouve, assanhos de autoridades em conserta-las, ou vai ficar para a proxima Copa em Cuiaba.

  • Marcos
    04 Jun 2020 às 20:21

    Primeiro: 2.500.0000,00 por uma passarela? Com o tanto de dinheiro arrecadado com multas deveria haver várias por Cuiaba. Segundo: Pelo pouco que entendo tem uma diferença bem grande entre elevadores e plataformas de acessibilidade. Um elevador custaria em torno de 120.000,00 e plataformas de acessibilidade custam de 50.000,00 até 90.000,00. Ali será instalado pelo que vi plataformas de acessibilidade e não elevadores. Temos que acompanhar para verificar se o que foi licitado é o que o que foi adquirido e será instalado. Estamos de olho senhor secretário!

  • Revoltado
    04 Jun 2020 às 19:08

    Aguardada a muito tempo, ufa até que em fim.

  • Jc
    04 Jun 2020 às 18:04

    2,5 m por esta passarela???Por 500,000 qualquer Serralheiro de Cuiabá faria uma igual o Brasil não tem conserto..

  • Juscelino Ribeiro
    04 Jun 2020 às 16:33

    Excelente obra para a região, desafogando o transito intenso no local em horário de pico.

Sitevip Internet