Olhar Direto

Terça-feira, 14 de julho de 2020

Notícias / Política MT

Emanuel confirma que Cuiabá pode ter lockdown se número de infectados subir mais de 10% ao dia

Da Redação - Max Aguiar

05 Jun 2020 - 08:25

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Emanuel confirma que Cuiabá pode ter lockdown se número de infectados subir mais de 10% ao dia
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) ressaltou o trabalho feito em Cuiabá ainda no início da pandemia no Brasil e disse que isso credenciou a cidade a abrir de forma segura parte do comércio. Porém, existem estudos que avaliam um possível fechamento de tudo se houver aumento de casos de Covid-19 fora do controle.

Leia mais:
Mato Grosso registra 84 óbitos e tem novo aumento no número de pacientes que demandam UTI

Segundo o gestor, se o número de infectados por dia passar de 10% em Cuiabá, pode haver toque de recolher ou até mesmo lockdown. 

"O lockdown ou toque de alerta só terá se houver um descontrole total e os casos começarem a subir mais de 10% ou 12% ao dia. Estamos na nova fase de conviver com o vírus. Não posso trancar a população até dezembro. A população precisa trabalhar. Não adianta o armazém estar aberto e a população não ter dinheiro para comprar. Temos que ter a retomada das atividades gradual com responsabilidade. Mas se houver um boom da doença, nós temos um planejamento de fechamento ou medidas severas para serem tomadas", explicou o prefeito. 

Segundo Emanuel, em entrevista à Rádio Jovem Pan, nesta sexta-feira (5), as cidades de Sinop, Sorriso e Cáceres, já sofrem sem leitos de UTIs, pois estão sobrecarregadas e passando pelo verdadeiro colapso. Isso irá fazer com que os infectados cheguem para se tratar na capital. "Isso reflete o bom trabalho feito em março e abril. Aqui temos leitos, mesmo tendo um grupo político dizendo que não fizemos nada", comentou o prefeito. 

"Fomos muito criticados, mas fizemos o dever de casa. Hoje temos 25% ou 30% de lotação em nossas unidades voltadas para tratamento de pessoas com Covid. Temos 95 leitos, com mais dez para ser entregues semana que vem. Mas o vírus está interiorizando, porque o trabalho no interior não foi feito. Nossos números asseguram que podemos abrir novamente o comércio de forma segura. Vai bater e voltar. Vem todo mundo pra cá. Nós fomos criticados, mas fizemos o dever de casa. atualente estamos com certo controle", disse Emanuel. 

Segundo Emanuel, até julho, o sistema de saúde de Cuiabá, se não houver um surto do dia pra noite, está preparado para receber pacientes infectados com o vírus, mas como a propagação estadual só cresce, isso pode mudar. 

"Temos vagas na UTI, mas é algo que aumenta diariamente. Pois o vírus é brutal. Tudo pode mudar do dia pra noite. Temos 55 leitos de UTI no antigo Pronto-Socorro de Cuiabá e mais 40 no Hospital São Benedito e mais 10 que vamos lançar em menos de uma semana. Até julho o sistema de saúde resiste. Repito, o vírus não tem cura, ele cresce com uma velocidade forte e tem alto poder de propagação. Por isso o isolamento é a melhor medida. O nosso trabalho diário mostra que o vírus cresce 8% ao dia. Não tem como fazer muro de arrimo e isolar Cuiabá. Cuiabá é enorme e tem Várzea Grande ao lado, que juntos tem 1 milhão de habitantes. Quando se relaxa mais, mais potencializa o caso. Até julho temos uma atenção maior", concluiu o prefeito.  
 

43 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Andrea
    09 Jun 2020 às 19:48

    No início do ano o governador disse que em MT teria quase 1000 leitos de UTI. Cuiabá e VG seriam quase 500 lembram? Pois bem, onde estão??? Outra situação, não o admiro, porém sou leitora crítica, não foi um próprio ministro do STF que decretou desfederalizar o mandato de Bolsonaro

  • Clóvis
    06 Jun 2020 às 14:49

    Libera a cloroquina como barra do garça fez para prevenir que estará tudo tranquilo...agora apostar no aumento para não ter eleições esse ano aí é ótimo né prefeito

  • Arthur
    05 Jun 2020 às 22:04

    Volte ao horário normal para o comércio, afinal se os shoppings podem abrir 8 horas por dia por que os comércios devem abrir 6? O isolamento nunca ocorreu de fato. Os mercados sempre estiveram lotados em todo o período de fechamento do comércio. E antes isso ocorria com maior frequência nos finais de semana e durante o fechamento passou a ter um grande movimento em todos os dias da semana. Sem contar nos dias em que houveram filas para recebimento de auxílios do gov. federal. Perceba que o tal "isolamento" foi apenas um conto de fadas, uma ilusão. O contágio se dá em casa com a família confinada, pela baixa imunidade devido ao desequilíbrio psicológico de ficar confinado e assistindo as TVs funerárias.

  • Benicio
    05 Jun 2020 às 20:54

    Lendo os comentários fico impressionado com a quantidade de pessoas esclarecidas quanto ao assunto, incluindo políticas públicas e dando a solução para o combate mais adequado, não sei porque a OMS interfere né neste combate, afinal, deveriam consultar o "Comitê Brasileiro de Especialistas em Covid-19" tendo como Técnico responsável o então Presidente "Bolsonaro, o Messias" que além de exercer a Presidência do executivo, também é conhecido como Ministro dele mesmo. Os demais membros deste comitê, quando sentirem a necessidade de usar o sistema de saúde para tratar da "gripezinha" fica em casa com seus familiares e toma o remédio sem medo de efeito colateral, e se precisar de assistência a saúde, viagem até Brasília e esperem o presidente na porta do Alvorada para idolatra-lo. Mas tomem os devidos cuidados. Por fim, esse texto foi sarcástico para demonstrar que não vale a pena debater este tema e o brasileiro precisa entender que as ações e reações de quem deveriam proteger a economia causar grande reflexo justamente neste classe que fica perdendo tempo em discussão sem fundamento técnico.

  • sincero
    05 Jun 2020 às 20:51

    ESSES POLÍTICOS DE MT SÓ DÃO TIRO NO PÉ...

  • LUIZ GARCIA DE ALMEIDA
    05 Jun 2020 às 20:45

    Abre pequenos restaurantes os de mais vc toma decisão mais duras vamos falir velho

  • Falha
    05 Jun 2020 às 20:06

    Boa noite senhores infelizmente o Sr prefeito que é autoridade máxima e tem à grande responsabilidade de comandar a nossa capital eu acho sr.prefeito que vc está mal assessorado ou vc é um péssimo gestor vcs tomaram uma decisão muito precipitada em fechar tudo em março visto que tínhamos apenas um caso agora vc vendo o grande erro que cometeu está querendo tampar o sol com a peneira agora era o momento para entrarmos em quarentena e toda a população estaria consciente sr prefeito assuma o grande erro que vc cometeu seja humilde para de ficar dando uma de Salvador que não cola mais agora que está aumentando os casos vc resolve abrir que estratégia foi essa suicida vc teve a grande oportunidade de fazer à diferença na nossa capital mas vc infelizmente não fez agora quer colocar todo mundo em risco

  • geovane
    05 Jun 2020 às 18:04

    não estou entendendo em dois meses tinha poucas morte agora em um mês triplicou tem coisa errada aí . estão morrendo de dengue nao de corona vírus .o prefeito da fazendo alguma coisa com a dengue .nada né a secretária de saúde também nao

  • PEDRO BO
    05 Jun 2020 às 17:55

    Mané paletó quero quando a prefeitura de Cuiabá quebrar e o senhor nao ter dinheiro para pagar os funcionários públicos, enquanto o governo federal enviar verba esse prefeito vai aumentar o confinamento, dia da eleição sugiro ao povo cuiabano ficar em casa.

  • Kesso
    05 Jun 2020 às 16:52

    Vixi... o que vai dar de desocupados e funcionários públicos batendo palmas. Mas ainda bem que Bolsonaro está cuidando da gente, visto que, ele nem teve poder de decisão nesta questão de quarentena... Viva a Tubaína.

Sitevip Internet