Olhar Direto

Quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Notícias / Política BR

730 servidores de Mato Grosso receberam auxílio emergencial de forma irregular

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

23 Jun 2020 - 16:06

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

730 servidores de Mato Grosso receberam auxílio emergencial de forma irregular
Um cruzamento de dados da Controladoria Geral da União (CGU) identificou que somente no mês de maio, 730 servidores públicos do Estado de Mato Grosso receberam de forma irregular, parcelas do pagamento do auxílio emergencial que ficou conhecido como ‘coronavoucher’.
 
Leia também
Indicação de ivermectina para Covid-19 faz medicamento esgotar nas farmácias de Cuiabá e VG

 
O levantamento também apontou que o valor gasto com os pagamentos irregulares feitos aos servidores do Estado chegou a mais de R$ 453 mil.
 
A CGU, no entanto, explica que é possível que os servidores não tenham feito solicitação para o seu recebimento, mas que tenham sido incluídos como beneficiários do Auxílio Emergencial de forma automática por estarem no Cadastro Único para programas sociais ou por serem beneficiários do Programa Bolsa Família.
 
Ainda conforme a CGU, existe também a possibilidade de que o CPF tenha sido inserido como solicitante do auxílio de forma indevida por outra pessoa e não necessariamente pelo próprio servidor.
 
Os cruzamentos efetuados, relacionados ao mês de maio, apontam para a existência de pagamentos a 318.369 pagamentos a agentes públicos incluídos como beneficiários do Auxílio em todo o país.
 
O montante de recursos envolvidos para os pagamentos realizados a servidores públicos no mês foi de R$ 223.957.800,00
 
Os resultados dos cruzamentos foram encaminhados aos órgãos estaduais e municipais responsáveis pelas bases fornecidas à CGU para tratamento, bem como ao Ministério da Cidadania para tomada de decisões em relação a eventual bloqueio ou suspensão de benefícios pagos a beneficiários potencialmente não elegíveis.
 
O objetivo do trabalho é evitar desvios e fraudes, garantindo que o benefício seja pago a quem realmente se enquadra nos requisitos definidos para o seu recebimento.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Carol
    23 Jun 2020 às 20:09

    Ridículo

  • Zumbi
    23 Jun 2020 às 19:40

    Estranho ser servidor público e estar inserido em bolsa família, não tem perfil . Está estranho isso.

  • Mauricio
    23 Jun 2020 às 19:35

    Eu tenho orgulho de ser brasileiro, como a reportarem diz e como Onyx Lorenzoni afirmou, que ouve falhas no programa, servidores receberam altomaticamente por causa do CADUNICO desatualizados muitos receberam altomaticamente, e operações desta magnitude e a urgência para o auxilio não deu espaço para atualizar plataformas de programas sociais, o BIG DATA deles também deixou de fora pessoas que tinha direito, problemas pontuais segundo ONIX. Preste atenção ao julgar alguém, amanham pode ser vc o julgado.

  • Vozinho Rua pedra preta Cpa 2
    23 Jun 2020 às 18:39

    Tenho nojo de brasileiros.

  • PAGADOR DE IMPOSTOS
    23 Jun 2020 às 17:59

    O SERVIDOR NÃO GOSTA QUANDO FALA QUE SÃO POUCOS PRODUTIVOS MAS GOSTAM DE SALÁRIO ALTO ,ESTÁ AÍ A PROVA, SOLICITARAM AUXILIO TENDO SALÁRIO E ESTABILIDADE E DEVE TER SIDO NO HORÁRIO DE TRABALHO E COMO AQUI NA NET TEM MUITOS JÁ VÃO RECLAMAR , É SÓ OBSERVAR !

  • Caio Oliveira
    23 Jun 2020 às 17:22

    Nomes?

Sitevip Internet