Olhar Direto

Sexta-feira, 10 de julho de 2020

Notícias / Política MT

Após briga com Wilson, Paulo Araújo pede desculpas e solicita apoio a emenda da Previdência

Da Redação - Max Aguiar

30 Jun 2020 - 09:41

Foto: Fablício Rodrigues - ALMT

Após briga com Wilson, Paulo Araújo pede desculpas e solicita apoio a emenda da Previdência
Prestes a começar a primeira votação da reforma da Previdência, no Plenário da Assembleia Legislativa, os deputados Paulo Araújo (Progressistas) e Wilson Santos (PSDB) selaram a paz. Eles discutiram de maneira áspera durante uma reunião no Colégio de Líderes recentemente, em um debate sobre a mudança para as regras de aposentadoria dos servidores públicos de Mato Grosso.

Leia mais:
Autor de projeto de segurança e fundo do idoso reclama de vetos: "nem precisa de deputado"

O pedido de desculpas aconteceu na sessão extraordinária de segunda-feira (29). Araújo pediu que Wilson o desculpasse pelas ofensas proferidas naquele momento acalorado da reunião. 

O fato aconteceu em uma reunião de parlamentares com sindicalistas para discutir a reforma da Previdência enviada pelo governo do Estado. Naquela opostunidade, o deputado Paulo Araújo espalhou que o deputado Wilson Santos teria ofendido servidores ao classificá-los de “mamadores”, o que foi negado pelo parlamentar do PSDB, inclusive pelo presidente do Legislativo, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM).

“Estava com a cabeça quente. Me envolvi muito numa discussão envolvida com o serviço público e perdi a cabeça. Algumas situações que impõem ao servidor público representam uma perda irreparável. Sou servidor público, sou a favor da reforma, mas não contra perdas irreparáveis aos servidores públicos”, declarou Paulo Araújo.

Em seguida, o parlamentar pediu desculpas e solicitou apoio do deputado Wilson Santos a uma emenda que vai apresentar ao texto original da reforma da Previdência que será submetida a segunda votação no Legislativo.

“Fui deselegante e peço desculpas ao deputado Wilson Santos. Inclusive, peço apoio para uma emenda que vou apresentar a Previdência. Reconheço a necessidade de o Estado equilibrar as contas, mas não podemos sacrificar a classe do serviço público”, reforçou.

Na tribuna, o deputado Wilson Santos agradeceu e aceitou o pedido de desculpas. O parlamentar citou que em sua trajetória de 32 anos na vida pública também já cometeu exageros em discussões acaloradas e que a experiência traz o equilíbrio necessário.

“Agradeço ao colega deputado Paulo Araújo pela humildade que o faz ser ainda maior. Na reunião acalorada houve um desabafo por parte dele. Já fiz isso também em outros mandatos e reconheço que exagerei. É raro alguém reconhecer e pedir desculpas. Da minha parte estão aceitas as desculpas e seu gesto só aumenta minha admiração por você”, disse.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Joao de Deus
    30 Jun 2020 às 15:56

    Gesto nobre que demonstra civilidade do parlamentar. Não se diminui, pelo contrato, só os grandes se desculpam!

  • Rods
    30 Jun 2020 às 11:20

    Não deputado Paulo não acredito que fez isso. Vc se rebaixou desse jeito, foi como se ajoelhar. Isso foi humilhante. Vc é um fraco. Não deveria está ai. Já foi engolido pelos tubarões . Estava indo bem defendendo as pessoas , os funcionários, a sua forma de pensar. Mas vc é um fraco. Cruzes

Sitevip Internet