Olhar Direto

Quarta-feira, 05 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

Vítimas da Covid-19, mãe e filha morrem com uma semana de diferença

Da Redação - Fabiana Mendes

10 Jul 2020 - 09:35

Foto: Reprodução

Vítimas da Covid-19, mãe e filha morrem com uma semana de diferença
Mãe e filha, Raimunda Galeno, de 73 anos, e Maria Ucinalva, de 43, morreram vítimas do novo coronavírus, com uma semana de diferença. Ambas ficaram internadas no Pronto-Socorro de Cuiabá, unidade de referência para tratamento de pacientes acometidos pela doença.

Leia mais:
Vendedora de trufas e marido morrem de Covid-19 em menos de 24h deixando 3 filhos

Segundo informações da neta, Emilly Galeno, Raimunda morreu nesta sexta-feira (10), e Maria no último dia 2. As duas ficaram internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) uma ao lado da outra, sendo que Raimunda não soube da morte da filha porque estava entubada. A idosa tinha problemas no coração e de pressão. Já a filha somente de pressão.

"Esse vírus veio destruindo famílias, perdemos as duas pessoas mais importantes da nossa, pessoas queridas e amadas. Muitas pessoas não estão acreditando, porque não aconteceu com família dela ainda”, alertou Emilly em entrevista ao Olhar Direto.

Dos 26.396 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 13.036 estão em isolamento domiciliar e 11.660 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 240 internações em UTI e 381 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 98,4% para UTIs e em 55,9% para enfermarias. Até quinta-feira (9), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) confirmava 961 mortes. 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Suelly
    10 Jul 2020 às 17:09

    Moro no bairro Jd. Imperial cba, temos tido problemas sérios em relação à conscientização de nossa populacao as pessoas sem máscaras bebendo e transitando tranquilamente na Av. Das Palmeiras. E lamentável ver as pessoas parecendo zumbis sem se preocupar em com suas próprias vidas.. Lamento a perda Emilly de sua vó e sua mãe. Sofro tbm com cada perda pois nos seres humanos nascemos para ter vida e Deus gostaria que fosse vida eterna. Meus pêsames, e se cuide, pois vivemos um dia após o outro. Sem saber se assistiremos ou não essa doença implacável.

  • Ana Paula Ricardo alexandrino
    10 Jul 2020 às 12:32

    Que Deus possa confortar vcs nesse momento de tristeza e dor...infelismente esse vírus vem destruindo sonhos,devastando famílias,e ainda tem pessoas que não se conscientizam disso...Descanse em paz Dona Raimunda e Ucinalva ,que Deus conforte a família de vcs.

  • cidão
    10 Jul 2020 às 09:50

    Caiu no antigo PSMC já era. Sempre foi assim e continua. Nem médico de UTI fica no plantão lá. Vide ação do MPE. E assim caminha a nossa pobre Cuiabá com exumação em massa da população por ingerência dos gestores públicos.

Sitevip Internet