Olhar Direto

Quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Notícias / Cidades

“Não nos cabe especular maldades”, diz presidente da Federação de Tiro sobre morte no Aphaville

Da Redação - Fabiana Mendes

13 Jul 2020 - 17:05

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

“Não nos cabe especular maldades”, diz presidente da Federação de Tiro sobre morte no Aphaville
O presidente da Federação de Tiro de Mato Grosso (FTMT) e policial militar, Fernando Raphael, se posicionou sobre a morte de Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, vítima de um disparo dado pela amiga da mesma idade, no condomínio Alphaville I, no bairro Jardim Itália, em Cuiabá. “Não nos cabe especular maldades, responsabilizar pais, ou julgar o esporte”, afirmou.

Leia mais:
Jovem que matou amiga é penalmente inimputável e investigações devem ser direcionadas aos pais, esclarece advogado

Por meio de nota, ele cita que o episódio se trata de uma tragédia para ambas as famílias. “A perda de uma vida é um dano irreparável. Essa compreensão é universal. O fato ocorrido foi uma tragédia fatal para ambas as famílias. Como presidente da instituição que representa o esporte do Tiro no Estado, eu, Fernando Raphael, externo os mais sinceros sentimentos a família Guimarães Ramos”, disse.

O militar acrescenta também que os envolvidos serão responsabilizados. “O sentimento de vazio e a angústia pelo ocorrido é generalizada. Foi um acontecimento isolado, onde todos serão devidamente responsabilizados e o devido processo legal já está e será cumprido pelas autoridades competentes. Não nos cabe especular maldades, responsabilizar pais, ou julgar o esporte”.

“A jovem, que está vida, perdeu uma amiga e irá perder sua alegria da juventude. Os traumas são restritos às partes envolvidas. O importante é respeitar a dor de todos. A Federação de Tiro de Mato Grosso está solidária às famílias e pede silencio e prudência a todos”, finalizou.

Segundo informações da Polícia Judiciária Civil, por volta das 22h30 Isabele foi encontrada sem vida no banheiro da casa. A amiga informou à Polícia Civil que efetuou o disparo acidentalmente. Na residência foram encontradas sete armas de fogo. O pai da jovem que disparou por acidente, o empresário Marcelo Martins Cestari, 46 anos, é atirador esportivo. 

Conforme boletim de ocorrência, uma das sete armas estava em nome do pai da adolescente que disparou acidentalmente. Quatro aguardavam registro e duas estavam em nome de terceira pessoa. 

Marcelo foi preso em flagrante pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, mas liberado após pagamento de fiança.

22 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • 14 Jul 2020 às 12:18

    A arma e uma ferramenta como qualquer outra, foi projetada pra matar , porém ela não dispara sozinha , alguém tem que acionar o gatilho ! Então tirem suas conclusões

  • VINÍCIUS BORGES
    14 Jul 2020 às 12:03

    Na cínica visão bolsoarmamentista, a vítima estaria viva se estivesse armada....

  • Caio Gomes
    14 Jul 2020 às 09:36

    O sr Fernando Raphael, sinto lhe dizer, mas, tú defecou pela boca... "...especular maldades" ? não há argumentos, e o "desportista" ainda tinha outras 2 armas ilegalmente. BRASIL, país da hipocrisia, a lei nunca foi para todos.

  • Pai
    14 Jul 2020 às 08:43

    O presidente da federação de tiro de MT pede silêncio"??? Isso é uma falta total de decoro e respeito a sociedade senhor Fernando Raphael. Da mesma forma do outro comentário feito pelo mesmo cidadão através de mensagem que circulou pelas redes sociais: "Palpiteiros de coisa alguma, nadadores de banheira, velejadores de canoa e principalmente os pseudo atiradores. Contenham suas emoções". Respeito senhor, se não a vítima, respeito a inteligência das pessoas!!! A família e amigos enterram nesta manhã um cadáver de uma menina linda e inocente. Ninguém se silenciará neste momento. Armas sem registro na residência, armas de terceiros, adolescentes com livre acesso as mesmas fora do estande de tiro? É isso que a FTMT defende??? É frente a isso que temos que nos silenciar???

  • Marcos Fontana
    14 Jul 2020 às 08:27

    Muito mal contado. Eu praticava tiro esportivo e a maior enfase de qualquer escola de tiro é sobre a segurança. Se ela já tinha esse tempo de manipulação de armas, seria bem improvável dela deixar isso acontecer. História mal contada... Mas mesmo assim, não vai dar em nada... Só deu para quem está debaixo da terra.

  • Olho vivo
    14 Jul 2020 às 08:17

    ...então nesse clubinho ensina a atirar mas não ensina que armas não são brinquedos?! 3 anos e a tal federação de pistoleiros nunca solicitou laudo de profissional qualificado, atestando a sanidade de seus federados? concordo: todos deverão ser penalizados...TODOS...todavia a irresponsabilidade de um pai com a conivência de outro adulto, colocou nas mãos de uma criança essa arma que ceifou não só a vida de outra criança, mas também ceifou a esperança de viver na frase do menino de 10 anos...quanta brutalidade por conta da insanidade.

  • paula
    14 Jul 2020 às 08:09

    Lá vem comentário de esquerdista do PT Bolsonaro não sai distribuindo armas e nem mandando ninguém atirar, esse cidadão como atirador esportista (o qual não suporto) vai se saber quantas vidas de animais tirou, no minimo já é praticante há uns 20 anos! isto foi uma tragédia, mas não provocada por Bolsonaro, armas existem há seculos tá seu sem noção!

  • Rocha
    14 Jul 2020 às 07:43

    O bobalhão querendo fazer politica com a morte de uma criança ... meu pesames a familia .

  • Benedito costa
    14 Jul 2020 às 07:31

    Isso é o resultado de liberação de armas em casa. Festa agora saber quem vai atirar mais e quem vai matar mais. Dizem que é pra.proteger a família de bandidos. Bandido que é bom não morreu um, só inocente.

  • Lampiao
    14 Jul 2020 às 07:08

    Armas em casa é só pra acontecer tragedia.. Olha esse babaca com 7 armas e ensinando a filha isso....Quem sera responsabilizado?? Isso é homicidio... assassinato.. Alguem esta preso??? Cade as Leis?!?! Uma menina morreu.. No Brasil a lei tem que ser dente por dente.. sangue por sangue.. Meus pêsames e sentimentos a família que perdeu a menina desta forma trágica..

Sitevip Internet