Olhar Direto

Notícias / Cidades

Amigos e familiares prestam homenagens com lenços brancos em cortejo de adolescente morta pela amiga; vídeo

Da Redação - Wesley Santiago

14 Jul 2020 - 11:58

Foto: Reprodução

Amigos e familiares prestam homenagens com lenços brancos em cortejo de adolescente morta pela amiga;  vídeo
Amigos e familiares de Isabele Guimarães Ramos, 14 anos, morta no último domingo (12), no condomínio Alphaville, em Cuiabá, após a amiga atirar acidentalmente na sua cabeça, prestaram uma homenagem nesta terça-feira (14), durante o cortejo que levou o corpo da adolescente para o Cemitério Parque Bom Jesus de Cuiabá.

Leia mais:
“O sentido da vida é fazer você sofrer”, diz irmão de adolescente morta no Alphaville; pai morreu em acidente
 
Todos se reuniram na avenida Fernando Corrêa da Costa, uma das principais da Capital, e balançaram lenços brancas quando o cortejo passou pela via. O momento emocionante chamou atenção de quem passava pela região.
 
O corpo seguiu para o Cemitério Parque Bom Jesus de Cuiabá, onde foi enterrado seguindo os protocolos vigentes em período de pandemia.


 
Morte de Isabele
 
Segundo informações da Polícia Judiciária Civil, por volta das 22h30 Isabele já foi encontrada sem vida no banheiro da casa. A amiga informou à Polícia que efetuou o disparo acidentalmente contra a colega.
 
Isabele morreu com um tiro na cabeça, efetuado pela amiga ao manusear uma pistola PT 380, dentro do condomínio Alphaville I, no bairro Jardim Itália, em Cuiabá.
 
Das sete armas encontradas na residência, duas delas não estavam com o registro no local e por este fato, o proprietário foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. Ele foi conduzido à DHPP e autuado pelo crime, que é afiançável. Depois de pagar a fiança, foi liberado.
 
O delegado Olímpio Fernandes vai realizar as oitivas e aguardar todos os laudos periciais para esclarecer a dinâmica do crime. Ele irá se pronunciar somente após ter todas as informações necessárias para elucidação do crime.
 
Especialista acredita que a adolescente de 14 anos responsável por atirar e matar Isabele Guimarães Ramos, também de 14, no último domingo (12), no condomínio Alphaville, em Cuiabá, é penalmente inimputável, cabendo apenas medidas sócio-educativas. Caso a versão sobre tiro acidental seja comprovada, as investigações devem ser direcionadas aos pais dos envolvidos, sujeitos com o dever de cuidado.

18 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jedae
    16 Jul 2020 às 12:08

    Olavo, tu idiota por demais. Armas não atiram sozinhas. Vou ter dar uma aula de graça: pistolas pra dispararem, primeiro passo é colocar o projétil na Câmara, depois distrava-las é puxar o gatilho. Simpmes

  • Manoel
    15 Jul 2020 às 11:31

    Rico pode aglomerar para acompanhar pessoas mortas, o pastor é agora à adolescente, os pobres são proibidos. Brasil sempre brasileirando.

  • DAIANNY
    15 Jul 2020 às 08:06

    incrível como o ser humano até hoje AMA JULGAR!Devemos parar e refletir ao invés de atirar pedras.Eu não estava lá.Quem sou eu pra julgar.A pena por isso,com certeza,a família da menina que atirou já está cumprindo.Não será fácil para ambas!!Principalmente para quem perdeu o ente querido.NÃO JULGUEM!!!

  • Arma nas mãos dos pecadores
    15 Jul 2020 às 07:03

    Isso é o que dá, entregar armas nas mãos das pessoas. Essa fartura de armas nas casas, conforme o governo Bolsonaro sonhou, seria uma bomba relógio. Exemplo, o caso acima.

  • JUSTO VERISSÍMO
    14 Jul 2020 às 23:39

    Ate hoje nao disse o nome do pai e da garota que fez o disparo na vítima, se fosse um pobre ja tinha divulgado.

  • Cuiabano
    14 Jul 2020 às 22:06

    Armas não matam ninguém é sim quem puxa o gatilho

  • Marcelo
    14 Jul 2020 às 18:50

    Familiares e amigos "prestam homenagem... e balançaram lenços brancos". Assim diz a notícia. Alguém aí abaixo diz: "Faltou todos fazerem o sinal de arminha com os dedos". Fico pensando em quem esteve lá, em consideração à família, ter que ler isso... É muita insensibilidade.

  • Ana
    14 Jul 2020 às 17:52

    Muito triste. E a Arminha com a mão continua a todo vapor...isso é só uma amostra do que os Estados Unidos é! Daqui 20 anos com Brasil armado, esperem muitas Isabelas morrerem. Dizem que é para segurança, mas a gente sabe que é só por orgulho e modinha!

  • Tatiana
    14 Jul 2020 às 16:31

    JOSE OLAVO, atirando palavras de ódio! Que feio generalizar as pessoas.

  • Marcelo
    14 Jul 2020 às 15:45

    Espero que o OD não vete meu comentário, pois quem tem arma em casa assumiu o risco. Cest la vie. Eles que lutem.

Sitevip Internet